Para cantar e dançar

AMOR, SUBLIME AMOR – 1960

Direção – Robert Wise

Elenco – Natalie Wood, Richard Beymer e Rita Moreno.

O filme retrata, de maneira musical, uma acirrada briga entre gangues de Nova York. Os americanos, conhecidos como Jets, são os donos do lugar por muito tempo, e sentem a necessidade de proteger o ‘seu’ território quando uma gangue de porta-riquenhos, os Sharks, tentam tomá-la. Em meio a essa guerra, Tony, um ex Jet, e Maria, irmã do líder Shark, se apaixonam, em uma leitura diferente da obra de “Romeu e Julieta”, de Shakespeare. Vencedor de 10 Oscar, incluindo Melhor Filme e Direção.

Fonte: www.cineplayers.com

ADEUS, AMOR – 1963

Direção – George Sidney

Elenco – Janet Leigh, Dick Van Dyke e Ann-Margret.

Sabendo que o astro do rock Conrad Birdie foi recrutado, as garotas do país vão à loucura e o compositor de Conrad, Albert (Dick Van Dyke), e sua namorada (Janet Leigh) organizam um concurso nacional no qual uma felizarda ganhará um beijo de adeus do seu ídolo no programa de TV Ed Sullivan.

Fonte: www.cineplayers.com

OS EMBALOS DE SÁBADO A NOITE – 1977

Direção – John Badham

Elenco – John Travolta, Karen Lynn Gorney e Barry Miller.

Tony Manero é um jovem sem perspectivas de vida, que só vê razão na sua existência quando está em uma pista de dança. Lá ele é o maioral, mas começa a questionar sua vida através da influência de algumas pessoas que o rodeiam.

Fonte: www.cineplayers.com

A RODA DA FORTUNA – 1953

Direção – Vincente Minnelli

Elenco – Fred Astaire, Cyd Charisse e Nanette Fabray.

Tony Hunter, um ator em decadência, aceita o convite para participar de uma nova montagem teatral em versão musical de Fausto, liderada por um diretor em ascensão e escrita por seus amigos. A peça contará com a presença de Gabrielle Gerard, belíssima e competente bailarina, mas o relacionamento conflituoso entre ela e Tony pode colocar o sucesso da peça em risco.

Fonte: www.cineplayers.com

GREASE – NOS TEMPOS DA BRILHANTINA – 1978

Direção – Randal Kleiser

Elenco – John Travolta, Stockard Channing e Olivia Newton-John.

O filme pode ser encarado como uma homenagem à vida no Colegial nos anos 1950 na América, onde acompanhamos todos os estereótipos do gênero comédia romântica adolescente com músicas que fizeram história no cinema e promoveram seus dois coadjuvantes – John Travolta e Olivia Newton-John.

Fonte: www.cineplayers.com

O PICOLINO – 1935

Direção – Mark Sandrich

Elenco – Fred Astaire, Ginger Rogers e Edward Everett Horton.

Em Londres, Jerry Travers (Fred Astaire), um dançarino americano, está ensaiando um número de sapateado em seu quarto de hotel, pois foi contratado para fazer um show. Entretanto, ele acaba incomodando a bela Dale Tremont (Ginger Rogers), a vizinha do quarto embaixo. Logo ambos começam a se apaixonar. Mas um certo mal-entendido pode colocar tudo a perder…

Fonte: www.cineplayers.com

OS GUARDA-CHUVAS DO AMOR – 1964

Direção – Jacques Demy

Elenco – Catherine Deneuve, Nino Castelnuovo e Anne Vernon.

Geneviève é uma jovem de 17 anos que vive com a mãe e trabalha em sua loja de guarda-chuvas. Ela é apaixonada por Guy, que deve se apresentar no exército, ficando assim por dois anos longe da amada. Quando se descobre grávida, para surpresa de sua mãe, Geneviève não sabe se espera por Guy ou aceita a proposta de Roland, homem apaixonado por ela que a pede em casamento, mesmo sabendo da gravidez. Filme vencedor de três prêmios em Cannes, incluindo a Palma de Ouro.

Fonte: www.cineplayers.com

SAPATINHOS VERMELHOS – 1948

Direção – Michael Powell, Emeric Pressburger

Elenco – Moira Shearer, Anton Walbrook e Marius Goring.

No árduo mundo do balé, as garotas e dançarinos do empresário Boris Lermontov não têm folga: sua vida deve ser devotada à dança se eles quiserem continuar na carreira. A jovem bailarina Victoria Page é uma promessa, e após o sucesso do espetáculo “Red Shoes”, parece que ela terá o mundo a seus pés, até se envolver com o compositor Julian Craster, a contragosto de Lermontov.

Fonte: www.cineplayers.com

O MÁGICO DE OZ – 1939

Direção – Victor Fleming, Richard Thorpe, King Vidor

Elenco – Judy Garland, Frank Morgan e Jack Haley.

Após um tornado em Kansas, Dorothy vai parar com sua casa e seu cachorro na fantástica Oz, onde as coisas são coloridas, bonitas e mágicas. Porém, o seu maior desejo é retornar de volta para casa, para isso ele deve encontrar um mágico, que lhe mostrará como realizar esse seu desejo. Para chegar até ele, contudo, Dorothy viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

Fonte: www.cineplayers.com

CANTANDO NA CHUVA – 1952

Direção – Stanley Donen

Elenco – Gene Kelly, Donald O’Connor e Debbie Reynolds.

Don Lockwood e Lina Lamont são dois astros do cinema mudo que, com a chegada do som, devem fazer a transição também em suas carreiras. Enquanto Don se sai muito bem, Lina se aproveita o quanto pode de Kathy Selden, uma jovem que sonha em ser atriz, mas tem que trabalhar como escrava dublando a péssima voz de Lina. Quando Don se apaixona por Kathy, decide fazer de tudo para que o talento da amada seja finalmente reconhecido.

Fonte: www.cineplayers.com

SINFONIA DE PARIS – 1951

Direção – Vincente Minnelli

Elenco – Gene Kelly, Leslie Caron e Nina Foch.

Jerry Mulligan (Gene Kelly) é um pintor norte-americano que tenta a sorte grande na charmosa e imortal Paris. Jerry tem seu talento “descoberto” por uma rica mulher, que tem muito mais interesses em Jerry do que apenas em seus quadros. Ao mesmo tempo, ele se apaixona por Lise (Leslie Caron), uma jovem comprometida francesa. Vencedor de 6 Oscar: Melhor Filme, Direção de Arte, Fotografia, Roteiro Original, Trilha Sonora e Figurino.

Fonte: www.cineplayers.com

DIRTY DACING – RITMO QUENTE – 1987

Direção – Emile Ardolino

Elenco – Jennifer Grey, Patrick Swayze e Cynthia Rhodes.

Em férias em um acampamento de verão com a família, a recatada Frances acaba apaixonando-se por Johnny Castle, o professor de dança do local, que acabará trazendo um tempero especial à vida da moça.

Fonte: www.cineplayers.com

VEM DANÇAR COMIGO – 1992

Direção – Baz Luhrmann

Elenco – Bill Hunter, Paul Mercurio e Tara Morice.

Scott é um dançarino que perde uma competição e a parceira por inventar passos próprios na hora da apresentação. Enquanto sua mãe e companheiros buscam uma nova parceira para ele, Scott começa a treinar com Fran, uma desconhecida de sua academia para a qual ninguém jamais havia dado atenção.

Fonte: www.cineplayers.com

A NOVIÇA REBELDE – 1965

Direção – Robert Wise

Elenco – Julie Andrews, Christopher Plummer e Eleanor Parker.

Maria é uma noviça que não consegue seguir as rígidas regras do convento onde vive, por se sentir livre e amar as montanhas. Em meados da década de 30, pouco antes da sombra nazista aterrorizar o mundo, ela vai trabalhar na casa do capitão Von Trapp, pai de sete filhos, que educa-os com uma forte disciplina. A chegada de Maria une a família através da música, em um dos filmes familiares mais queridos de todos os tempos.

Fonte: www.cineplayers.com

FOOTLOOSE – RITMO LOUCO – 1984

Direção – Herbert Ross

Elenco – Kevin Bacon, John Lithgow e Dianne Wiest.

Ren MacCormack (Kevin Bacon) é um jovem que adora dançar. Ele se muda com a mãe para o interior, mas começa a enfrentar problemas de relacionamentos com o reverendo local, quando este resolve considerar a dança como um pecado.

Fonte: www.cineplayers.com

MOULIN ROUGE – AMOR EM VERMELHO – 2001

Direção – Baz Luhrmann

Elenco – Nicole Kidman, Ewan McGregor e Richard Roxburgh.

Christian é um jovem inglês sonhador que chega a Paris no ano de 1899 com o desejo de se tornar um escritor. É a virada do século e a cidade vive uma revolução artística riquíssima em qualidade. Logo ele vê-se escrevendo uma peça denominada de “Espetacular Espetacular”. Acaba também conhecendo Satine, uma cortesã por quem acaba se apaixonando. Mas para financiar a peça surge um duque, que em troca de dinheiro acaba exigindo “exclusividade” sobre Satine.

Fonte: www.cineplayers.com

MINHA BELA DAMA – 1964

Direção – George Cukor

Elenco – Audrey Hepburn, Rex Harrison e Stanley Holloway.

O filme conta a história de Eliza Doolittle, uma mendiga que vende flores pelas ruas escuras de Londres em busca de uns trocados. Em uma dessas rotineiras noites, Eliza conhece o formidável professor de fonética Henry Higgins e sua incrível capacidade de descobrir muito sobre as pessoas apenas através de seus sotaques. Quando ouve o horrível sotaque de Eliza, aposta com o coronel Hugh Pickering que em seis meses pode fazer com que essa pobre coitada que mal sabe falar consiga se passar desapercebida por uma bela dama em meio à alta sociedade.

Fonte: www.cineplayers.com

LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES – 2016

Direção – Damien Chazelle

Elenco – Emma Stone, Ryan Gosling e J.K. Simmons.

Ao chegar em Los Angeles, o pianista de jazz Sebastian conhece a atriz iniciante Mia e os dois se apaixonam perdidamente. Em busca de oportunidades para suas carreiras na competitiva cidade, os jovens tentam fazer o relacionamento amoroso dar certo.

Fonte: www.cineplayers.com

VOTE NO SEU PREFERIDO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: