Posts Tagged ‘Borsalino’

Versátil – Em breve-Ago/20

12 de agosto de 2020

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

Com entrega a partir de 04 de dezembro e venda exclusiva (www.versatilhv.com.br), a Versátil apresenta FILME NOIR VOL. 17, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do gênero, sendo quatro filmes noir coloridos, incluindo as inéditas versões restauradas de “Amar Foi Minha Ruína” e “Um Sábado Violento”. Quase três horas de extras, incluindo “O Forasteiro da Noite” (1944), raro filme noir do mestre Anthony Mann (“Entre Dois Fogos”). Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

AMAR FOI MINHA RUÍNA (Leave Her to Heaven, 1946, 100 min.)
De John M. Stahl. Com Gene Tierney, Cornel Wilde, Jeanne Crain.
Um escritor se apaixona por uma jovem socialite e logo eles se casam. Mas o obsessivo amor dela por ele será uma ameaça… Magnífico melodrama psicológico noir de John M. Stahl (“Imitação da Vida”), com deslumbrante fotografia em cores.

AMOR, PRELÚDIO DE MORTE (A Kiss Before Dying, 1956, 95 min.)
De Gerd Oswald. Com Robert Wagner, Jeffrey Hunter, Virginia Leith.
Universitário sem escrúpulos, ao descobrir que a namorada está grávida, decide matá-la para poder se casar com uma rica herdeira. Baseado em romance de Ira Levin (“O Bebê de Rosemary”), este é um belo filme noir colorido em CinemaScope.

 

Disco 2

UM SÁBADO VIOLENTO (Violent Saturday, 1955, 90 min.)
De Richard Fleischer. Com Victor Mature, Richard Egan, Stephen McNally.
Em um sábado, uma quadrilha de ladrões executa um violento assalto a um banco de uma pequena cidade do estado do Arizona. Com direção magistral do mestre Richard Fleischer (“No Mundo de 2020”), este é um dos grandes filmes noir dos anos 50.

O CERCO (Trapped, 1949, 80 min.)
De Richard Fleischer. Com Llyod Bridges, Barbara Payton, John Hoyt.
Um agente do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos investiga uma perigosa quadrilha de estelionatários, sem desconfiar que há um traidor no seu departamento. Eficiente filme noir do início da carreira de Fleischer.

 

Disco 3

RASTROS DO INFERNO (Inferno, 1953, 83 min.)
De Roy Ward Baker. Com Robert Ryan, Rhonda Fleming, William Lundigan.
Após quebrar a perna em um passeio, milionário é abandonado no meio do deserto pela pérfida esposa e seu ganancioso amante. Lançado originalmente em 3-D, este excelente filme noir tem belíssima fotografia em cores de Lucien Ballard.

QUANDO A NOITE DESCE (The Sleeping City, 1950, 86 min.)
De George Sherman. Com Richard Conte, Coleen Gray, Richard Taber.
Em Nova York, o assassinato de um residente no Hospital Bellevue faz a polícia enviar um investigador infiltrado para resolver o crime. Ótimo filme noir “B” com um dos maiores ícones do gênero: o astro Richard Conte (“Império do Crime”).

 

VÍDEOS EXTRAS: Filme “O Forasteiro da Noite” (Strangers in the Night, 1944, 56 min.), de Anthony Mann, Especiais sobre os filmes e trailers (109 min.)

 

Com entrega a partir de 04 de dezembro e venda exclusiva (www.versatilhv.com.br), a Versátil apresenta FILME NOIR FRANCÊS VOL. 5, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do polar¸ o filme policial francês, incluindo as inéditas versões restauradas dos cultuados “Borsalino” e “Borsalino & Cia”. Na caixa, filmes estrelados pelos maiores astros do gênero: Jean Gabin, Alain Delon, Lino Ventura, Jean-Paul Belmondo e Yves Montand. Uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

BORSALINO (Idem, 1970, 125 min.)
De Jacques Deray. Com Alain Delon, Jean-Paul Belmondo, Catherine Rouvel.
Marselha, 1930. Dois pequenos gângsteres trabalham para a máfia local. Um dia, decidem se unir para desafiar os chefões. Enorme sucesso, este clássico marcou o encontro de duas lendas do polar: Jean-Paul Belmondo e Alain Delon.

BORSALINO & CIA (Borsalino and Co., 1974, 110 min.)
De Jacques Deray. Com Alain Delon, Riccardo Cucciolla, Daniel Invernel.
Na continuação de Borsalino, também dirigida pelo especialista Jacques Deray, Siffredi quer vingar a morte do parceiro, com uma sangrenta caçada aos seus inimigos. Com mais ação e violência do que o original, este é mais um ótimo polar de gângster.

 

Disco 2

I… COMO ÍCARO (I… comme Icare, 1979, 128 min.)
De Henri Verneuil. Com Yves Montand, Michel Albertini, Roland Amstutz.
Nesse polar de conspiração inspirado no assassinato de JFK, depois que presidente é morto, um procurador decide descobrir a verdade sobre o crime. Obra-prima de Henri Verneuil (“Os Sicilianos”) e um dos grandes filmes franceses dos anos 70.

SEM MOTIVO APARENTE (Sans mobile apparent, 1971, 100 min.)
De Philippe Labro. Com Jean-Louis Trintignant, Dominique Sanda, Vincenzo Labella.
Uma série de assassinatos abala a Riviera Francesa. Responsável pelo caso, o comissário Carella tenta descobrir um elo entre as mortes. Com música de Ennio Morricone e baseado em romance de Ed McBain, este é um polar eletrizante.

 

Disco 3

GÂNGSTERES DE PARIS (Le rouge est mis, 1957, 85 min.)
De Gilles Grangier. Com Jean Gabin, Paul Frankeur, Lino Ventura.
Louis Bertain é dono de uma oficina que serve de fachada para sua quadrilha. Com diálogos de Michel Audiard (“Gângsteres de Casaca”) e baseado em romance Auguste Le Breton (“Rififi”), este é mais um icônico polar com o astro Jean Gabin.

O CASO DA RUA MONTMARTRE (125 rue Montmartre, 1959, 87 min.)
De Gilles Grangier. Com Lino Ventura, Andréa Parisy, Robert Hirsch.
Pascal é um vendedor de jornais que, sem querer, se vê envolvido em um crime. Com diálogos de Michel Audiard e direção do especialista Gilles Grangier (“Vício Maldito”), este polar tem excelente atuação do astro Lino Ventura.

VÍDEOS EXTRAS: Especiais sobre “Borsalino” e “Borsalino & Cia” (76 min.), Especiais sobre os outros filmes (12 min.)

 

Com entrega a partir de 04 de dezembro e venda exclusiva (www.versatilhv.com.br), a Versátil apresenta FILMES DE TRIBUNAL VOL. 2, caixa em luva reforçada com 3 DVDs que reúne 6 clássicos dramas judiciários, incluindo as inéditas versões recentemente restauradas de duas obras-primas do gênero, “Testemunha de Acusação”, de Billy Wilder (“Farrapo Humano”) e “Estranha Compulsão”, de Richard Fleischer (“Vikings, os Conquistadores”). Uma hora e meia de vídeos extras, com quase uma hora apenas sobre “Testemunha de Acusação”. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

TESTEMUNHA DA ACUSAÇÃO (Witness for the Prosecution, 1957, 116 min.)
De Billy Wilder. Com Tyrone Power, Marlene Dietrich, Charles Laughton.
Um veterano advogado defende um homem aparentemente dócil da acusação de assassinato. Baseando-se em Agatha Christie, Wilder faz uma obra-prima do cinema de tribunal. Quase uma hora de extras, opção de dublagem em português.

ESTRANHOS EM CASA (Les inconnus dans la maison, 1942, 95 min.)
De Henri Decoin. Com Raimu, Juliette Faber, Gabrielle Fontan.
Hector Loursat, um grande advogado que caiu no alcoolismo, precisa voltar a advogar para defender o namorado da filha, acusado injustamente de assassinato. Roteiro de Henri-Georges Clouzot (“A Verdade”) baseado em romance de Georges Simenon.

 

Disco 2

O DIREITO DE MATAR (Justice est faite, 1950, 107 min.)
De André Cayatte. Com Michel Auclair, Antoine Balpêtré, Raymond Bussières.
Uma jovem mulher é julgada pela eutanásia do seu amante. Obra-prima do francês André Cayatte (“Dois São Culpados”), advogado que se tornou um diretor especializado em filmes de tribunal. Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim e do Leão de Ouro no Festival de Veneza.

OS ASSASSINOS DA ORDEM (Les assassins de l’ordre, 1971, 110 min.)
De Marcel Carné. Com Jacques Brel, Catherine Rouvel, Paola Pitagora.
Um juiz de instrução investiga a morte de um homem interrogado e espancado pela polícia. Um dos últimos trabalhos do mestre Marcel Carné (“O Boulevard do Crime”), este filme é uma impactante denúncia contra o sistema policial francês.

 

Disco 3

ESTRANHA COMPULSÃO (Compulsion, 1959, 103 min.)
De Richard Fleischer. Com Orson Welles, Dean Stockwell, Bradford Dillman.
Chicago, anos 20, dois ricos e arrogantes universitários pensam ter cometido o crime perfeito ao matar um rapaz. Baseando-se no caso Leopold-Loeb, que inspirou também outros filmes como “Festim Diabólico” de Alfred Hitchcock, Richard Fleischer faz uma obra-prima. Prêmio de Melhor Ator (Welles, Stockwell, Dillman) em Cannes.

O CASO MAURIZIUS (L’affaire Maurizius, 1954, 110 min.)
De Julien Duvivier. Com Daniel Gélin, Madeleine Robinson, Anton Walbrook.
Filho de um famoso procurador decide investigar o processo que consagrou o pai e que pode ter condenado um homem inocente. Excelente filme de tribunal do mestre Julien Duvivier (“Pânico”, “Sedução Fatal”) baseado no livro “O Processo Maurizius”, de Jakob Wassermann.

 

VÍDEOS EXTRAS: Especiais sobre “Testemunha de Acusação” (50 min.), Especiais sobre “Estranha Compulsão” (15 min.), Especial sobre “O Direito de Matar” (27 min.)