Posts Tagged ‘É proibido procriar’

Versátil – Em breve-Set/18

1 de setembro de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta CINEMA SAMURAI VOL. 7, digistack com 3 DVDs que reúne 6 inéditos filmes de samurais dirigidos por mestres do gênero, como Kenji Mizoguchi, Kenji Misumi e Sadao Yamanaka, incluindo a clássica trilogia “A Espada Demoníaca”, baseada na famosa série de livros “Daibosatsu Toge”, de Kaizan Nakazato, cuja primeira parte foi adaptada por Kihachi Okamato no magnífico “A Espada da Maldição”.

Disco 1

A NOVA SAGA DO CLÃ TAIRA (Shin Heike Monogatari, 1955, 107 min.)
De Kenji Mizoguchi. Com Raizo Ichikawa, Narutoshi Hayashi, Tatsuya Ishiguro.
Japão, final do século XII. No crepúsculo da Era Heian, acompanhamos as tensões provocadas na corte pelo crescente poderio dos samurais. Fascinante jidaigeki do mestre Mizoguchi (“Contos da Lua Vaga”) com belíssimo uso da cor.

TANGE SAZEN E O POTE DE OURO (Tange Sazen yowa: Hyakuman ryo no tsubo, 1935, 91 min.)
De Sadao Yamanaka. Com Denjiro Okochi, Kiyozo, Kunitaro Sawamura.
Tange Sazen, um samurai caolho e de um braço só, envia um pote velho ao irmão, sem saber que este contém um mapa do tesouro. Com humor e humanismo, Yamanaka (“Humanidade e Balões de Papel”) realiza mais um fabuloso filme de samurai.

 

Disco 2

A ESPADA DEMONÍACA: PRIMEIRA ÉPOCA (Daibosatsu Toge, 1960, 106 min.)
De Kenji Misumi. Com Raizo Ichikawa, Kojiro Hongo, Tamao Nakamura.
Durante o fim do xogunato, o psicótico e niilista samurai Tsuke Ryunosuke não hesita em matar quem passa por seu caminho. Mais um ótimo chambara da parceria entre o lendário Kenji Misumi (“Lobo Solitário”) e o astro Raizo Ichikawa (“A Traição”).

A ESPADA DEMONÍACA: SEGUNDA ÉPOCA (Daibosatsu Toge: Ryujin no Maki, 1960, 90 min.)
De Kenji Misumi. Com Raizo Ichikawa, Tamao Nakamura, Kojiro Hongo.
Em meio aos conflitos políticos do Bakumatsu, o cruel Ryunosuke conhece uma mulher que se parece com a esposa que assassinou. Juntos, eles tentarão escapar da vingança do irmão da falecida, que faz parte dos Shinsengumi.

 

Disco 3

A ESPADA DEMONÍACA: TERCEIRA ÉPOCA (Daibosatsu Toge: Kanketsu-hen, 1961, 100 min.)
De Kazuo Mori. Com Raizo Ichikawa, Tamao Nakamura, Katsuhiko Kobayashi.
Perseguido pelo incansável Hyoma, o agora cego Ryunosuke tenta levar uma vida normal, mas sua sede de sangue logo volta. Dirigida pelo especialista Kazuo Mori (“A Vingança de um Samurai”), a conclusão da saga traz um duelo memorável.

CONTO CRUEL DO FIM DO XOGUNATO (Bakumatsu Zankoku Monogatari, 1964, 99 min.)
De Tai Kato. Com Hashizo Okawa, Junko Fuji, Isao Kimura.
No turbulento período do fim do xogunato, um jovem camponês deseja fazer parte dos Shinsengumi, o violento grupo de samurais pró-xogunato. Dirigido pelo visionário Tai Kato (“Sangue de Vingança”), este é um ótimo jidaigeki cruel no estilo de “Harakiri”.

 

A Versátil apresenta EUROCRIME, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do poliziotteschi, os filmes policiais italianos da década de 70 inspirados por “Dirty Harry”, “Operação França” e Bullitt”, dirigidos pelos maiores mestres do gênero: Fernando Di Leo e Umberto Lenzi, além de quase uma hora e meia de extras. Conheça esse gênero cult amado por Quentin Tarantino nessa Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

MILÃO CALIBRE 9 (Milano Calibro 9, 1972, 102 min.)
De Fernando Di Leo. Com Gastone Moschin, Barbara Bouchet, Mario Adorf.
Recém-libertado da prisão, Ugo Piazza quer levar uma vida honesta, mas seus ex-comparsas acham que ele escondeu uma fortuna. Obra-prima ultra violenta do poliziotteschi e do grande mestre do gênero, Fernando Di Leo.

O CÍNICO, O INFAME, O VIOLENTO (Il cinico, l’infame, il violento, Itália, 1977, 98 min.)
De Umberto Lenzi. Com Maurizio Merli, John Saxon, Tomas Milian.
Policial entra em guerra contra um sádico bandido e um chefão da máfia, sabotando os negócios da dupla. Com ótimas sequências de ação e muita violência, este poliziottesco traz Maurizio Merli e Tomas Milian, dois grandes astros do gênero.

 

Disco 2

POR ORDEM DA COSA NOSTRA (La Mala Ordina, 1972, 96 min.)
De Fernando Di Leo. Com Mario Adorf, Henry Silva, Woody Strode.
Quando um carregamento de heroína desaparece entre a Itália e Nova York, um cafetão de Milão é acusado do roubo. Dois assassinos profissionais são enviados em seu encalço. Excelente policial no mesmo estilo de “Operação França” e “Bullitt”.

QUASE HUMANO (Milano Odia: la Polizia Non Può Sparare, 1974, 99 min.)
De Umberto Lenzi. Com Tomas Milian, Henry Silva, Laura Belli.
Um criminoso violento sequestra a filha de um milionário, e passa a ser perseguido por um policial determinado a ir além do limite da lei para capturá-lo. Talvez o melhor filme de Lenzi, este é um sangrento e eletrizante poliziottesco.

 

A Versátil apresenta CAÇA ÀS BRUXAS NO CINEMA, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos de diversos países sobre a caça às bruxas em inéditas versões restauradas, das torturas da inquisição espanhola ao famoso julgamento de “bruxas” em Salem, passando por brutais perseguições na Inglaterra e na Morávia. Quase uma hora de extras, incluindo um especial sobre o tema. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

AS VIRGENS DE SALEM (Les Sorcières de Salem, França, 1957, 146 min.)
De Raymond Rouleau. Com Simone Signoret, Yves Montand, Jean Debucourt.
Nova Inglaterra, 1692. A histeria toma conta da cidade de Salem quando membros da comunidade são acusados de prática de bruxaria. Com roteiro de Jean-Paul Sartre, essa foi a primeira adaptação da peça “As Bruxas de Salem”, de Arthur Miller.

INQUISIÇÃO (Inquisición, Espanha, 1978, 90 min.)
De Paul Naschy. Com Paul Naschy, Daniela Giordano, Mónica Randall.
Durante a Inquisição na Espanha, um violento inquisidor se apaixona por uma camponesa, sem desconfiar de suas maléficas intenções. Estreia na direção do lendário Jacinto Molina (Paul Naschy), o maior astro do terror espanhol.

 

Disco 2

O CAÇADOR DE BRUXAS (Witchfinder General, Inglaterra, 1968, 87 min.)
De Michael Reeves. Com Vincent Price, Ian Olgivy, Rupert Davies.
Durante a Guerra Civil Inglesa, um jovem soldado tenta pôr fim nas crueldades de Matthew Hopkins, um sádico caçador de bruxas. Vincent Price tem uma das melhores atuações da carreira nesse influente filme de terror.

O MARTELO DAS BRUXAS (Kladivo na Čarodějnice, Rep. Tcheca, 1970, 107 min.)
De Otakar Vávra. Com Vladimir Smeral, Elo Romancik, Josef Kemr.
Baseando-se em registros históricos dos julgamentos de “bruxas” numa cidade tcheca entre 1678 a 1695, Otakar Vávra, um dos expoentes da nouvelle vague tcheca, realizou uma obra alegórica e inesquecível sobre a intolerância religiosa.

 

A Versátil apresenta CLÁSSICOS SCI-FI VOL. 5, digistack com 3 DVDs que reúne 6 filmes de ficção-cientifica, incluindo as inéditas versões restauradas dos excelentes “Alphaville” e “eXistenZ”, dos mestres Jean-Luc Godard e David Cronenberg, além de uma hora e meia hora de extras, com destaque para muitos especiais sobre esses dois cults do cinema. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

ALPHAVILLE (Alphaville, une Étrange Aventure de Lemmy Caution, 1965, 99 min.)
De Jean-Luc Godard. Com Eddie Constantine, Anna Karina, Akim Tamiroff.
O agente Lemmy Caution chega a Alphaville, com a missão de destruir a inteligência artificial que comanda a cidade. Em sua única incursão pela ficção-científica, Godard realiza um fascinante tech noir (filme noir futurista).

WEST WORLD – ONDE NINGUÉM TEM ALMA (Westworld, 1973, 89 min.)
De Michael Crichton. Com Yul Brynner, Richard Benjamin, James Brolin.
Dois amigos vão passar férias num parque temático que recria, com robôs, o Velho Oeste. Tudo vai bem até que uma das máquinas sai do controle… O escritor Michael Crichton (“Jurassic Park”) dirigiu esse clássico que deu origem à série de TV.

 

Disco 2

EXISTENZ (Idem, 1999, 97 min.)
De David Cronenberg. Com Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Ian Holm.
Perseguida por fanáticos religiosos, uma designer de games de realidade virtual precisa se refugiar no seu revolucionário jogo eXistenZ. Cronenberg mais uma vez explora magistralmente as fronteiras natural/artificial e humano/mecânico.

É PROIBIDO PROCRIAR (Z.P.G., 1972, 95 min.).
De Michael Campus. Com Oliver Reed, Geraldine Chaplin, Don Gordon.
Num futuro distante, o mundo está superpovoado e poluído. Desesperados, os países proíbem nascimentos por 30 anos. Porém, um casal tem um bebê. Interessante distopia inglesa que antecipa “Fuga no Século 23”.

 

Disco 3

A DECADÊNCIA DE UMA ESPÉCIE (The Handmaid’s Tale, 1990, 109 min.)
De Volker Schlöndorff. Com Natasha Richardson, Faye Dunaway, Aidan Quinn.
A poluição tornou 99% da população da Terra estéril. Uma jovem fértil é forçada a servir sexualmente um comandante, que deseja engravidá-la. Primeira adaptação de “O Conto da Aia” (“The Handmaid’s Tale”), de Margaret Atwood.

O DIABO, A CARNE E O MUNDO (The Devil, the Flesh and the World, 1959, 94 min.)
De Ranald MacDougall. Com Harry Belafonte, Inger Stevens, Mel Ferrer.
Após ficar dias preso numa mina devido a um deslizamento, homem descobre, ao sair, que a humanidade foi dizimada por um holocausto nuclear. Com forte comentário racial, este é um dos primeiros filmes pós-apocalípticos do cinema