Posts Tagged ‘Joseph Losey’

Versátil – Exclusivo-Abr/19

5 de abril de 2019

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

Com entrega a partir de 07 de junho e venda exclusiva pela loja virtual da Versátil, apresentamos as inéditas versões recentemente restauradas de “M – O VAMPIRO DE DÜSSELDORF” (1931), o clássico do mestre Fritz Lang (“Metropolis”) e um dos maiores filmes de todos os tempos, e “M – O MALDITO” (1951), o remake noir do mestre Joseph Losey (“O Mensageiro”), nessa caixa com 2 DVDs em luva reforçada, incluindo quase quatro horas de vídeos extras, entre documentários e entrevistas. Edição Definitiva Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

M, O VAMPIRO DE DUSSELDORF (M, Eine Stadt sucht einen Mörder, 1931, 110 min.)De Fritz Lang. Com Peter Lorre, Ellen Widmann, Inge Landgut.
Alemanha, anos 20. Um psicopata mata várias crianças, espalhando o terror entre os moradores de Düsseldorf. Com a ineficácia da polícia em capturá-lo, os criminosos locais começam a caçá-lo implacavelmente. Baseando-se na história real do serial killer Peter Kürten, Fritz Lang criou uma obra-prima do suspense, com elementos expressionistas e forte comentário social sobre a Alemanha à beira do Nazismo. A atuação de Peter Lorre (“Casablanca”) no papel-título é uma das mais impressionantes da história do cinema.

 

Disco 2

M – O MALDITO (M, 1951, 88 min.)De Joseph Losey. Com David Wayne, Howard Da Silva, Martin Gabel.
Martin, um serial killer de meninas, desperta pânico numa cidadezinha dos Estados Unidos no início dos anos 50. A polícia se vê pressionada a prendê-lo e, com suas inúmeras batidas, prejudica os criminosos, que decidem capturá-lo. Nesta obra-prima do filme noir, Losey transpõe a trama do clássico de Lang para o coração da América, a fim de tecer uma crítica feroz à paranoia do Macarthismo, com sua caça aos “comunistas” de Hollywood. Ótima atuação de David Wayne no papel de Peter Lorre.

EXTRAS: A Restauração de “M” (26 min.), Conversa com Fritz Lang (50 min.), Fritz Lang fala de seus filmes alemães (21 min.), Chabrol comenta o “M” de Lang (18 min.), Entrevista sobre o “M” de Lang (15 min.), Análises e depoimentos sobre “M – O Maldito” (83 min.)