Posts Tagged ‘Morte’

Filme do mês – Maio / 18

3 de maio de 2018

CIDADÃO KANE – 1941

No Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, vale a pena rever esse grande clássico, que aborda uma investigação jornalística. Um divisor na história do cinema, devido suas inúmeras inovações técnicas, e que por 6 décadas, foi eleito o melhor filme de todos os tempos pela revista Sight and Sound.

Direção – Orson Welles

Baseado na vida do magnata das comunicações William Randolph Hearst, conhecemos a história de Charles Foster Kane, o homem que construiu um império a partir do nada, mas que vivia uma vida pessoal extremamente ruim. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro, é considerado um dos filmes mais importantes da história.

Elenco

  • Orson Welles — Charles Foster Kane
  • George Coulouris — Walter Parks Thatcher
  • William Alland — Jerry Thompson
  • Everett Sloane — Sr. Bernstein
  • Ray Collins — James W. Gettys
  • Ruth Warrick — Emily Monroe Norton Kane
  • Agnes Moorehead — Mary Kane
  • Dorothy Comingore — Susan Alexander Kane
  • Joseph Cotten — Jedediah Leland
  • Philip Van Zandt — Sr. Rawlston
  • Paul Stewart — Raymond
  • Harry Shannon — Pai de Kane
  • Fortunio Bonanova — Senhor Matiste
  • Jack Curtis — Chefe Printer
  • Landers Stevens — Investigador do Senado

Fonte: www.cineplayers.com

Principais prêmios e indicações

Eleito o melhor filme de todos os tempos, segundo a revista Sight & Sound (1952-1962-1972-1982-1992-2002).

Eleito o melhor filme americano de todos os tempos, segundo o American Filme Institute (1998)

Oscar (1942)

  • Prêmio de Melhor Roteiro Original.
  • Indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator (Orson Welles), Roteiro Original, Melhor Montagem , Melhor Som, Melhor Fotografia – Preto e Branco, Melhor Direção de Arte – Preto e Branco e Melhor Trilha Sonora – Comédia ou Drama.

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

VEJA TAMBÉM

Os melhores filmes clássicos

Os 100 melhores filmes de todos os tempos

100 diretores e obras-primas

Filme do mês – Fevereiro / 18

1 de fevereiro de 2018

A TÊNUE LINHA DA MORTE – 1988

Que a justiça seja feita para todos, sem distinção.

Direção – Errol Morris

O assassinato de um policial durante uma abordagem rotineira de trânsito provoca grande comoção pública na cidade de Dallas, Texas, em 1976. Mais de uma década depois, um inocente condenado à morte pelo crime aguarda sua execução em uma penitenciária estadual. Retrato perturbador de um erro do sistema judicial norte-americano, The Thin Blue Line reconstrói, a partir da ótica de um mestre do documentário, os detalhes do processo que quase resultou em uma terrível tragédia.

Elenco

  • Randall Adams — Ele mesmo
  • David Harris — Ele mesmo
  • Gus Rose — Ele mesmo
  • Jackie Johnson — Ela mesmo
  • Marshall Touchton — Ele mesmo
  • Dale Holt — Ele mesmo
  • Sam Kittrell — Ele mesmo

Fonte: www.cineplayers.com

Principais prêmios e indicações

Eleito o segundo melhor documentário de todos os tempos, de acordo com a Associação Internacional de Documentários – IDA (2008).

Eleito um dos 50 melhores documentários de todos os tempos, segundo a revista Sight & Sound (2014).

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

VEJA TAMBÉM

Os melhores documentários

Filme do mês – Novembro / 16

1 de novembro de 2016

IMITAÇÃO DA VIDA – 1959

Aproveitando o Dia da Consciência Negra, recomendo rever ou assistir pela primeira vez, a esse triste e tocante filme.

Direção – Douglas Sirk

A aspirante a atriz Lora Meredith conhece acidentalmente Annie Johnson, uma mulher negra sem casa e decide partilhar o seu pequeno apartamento com ela em troca de Annie cuidar da sua filha de 6 anos. Annie também tem uma filha da mesma idade, Sarah Jane, que, por ser filha de mãe negra e pai branco, tem uma pele muito branca e esta tudo faz para passar por uma menina branca. Lora é ambiciosa na sua carreira e acaba por dar pouca atenção à filha. A sorte acaba por mudar para Lora Meredith que se torna uma atriz famosa, mas infeliz ao amor. Sarah Jane continua a dar problemas em casa até que decide fugir por vergonha de ter uma mãe negra.

Elenco

  • Lana Turner — Lora Meredith
  • John Gavin — Steve Archer
  • Sandra Dee — Susie aos 16 anos
  • Susan Kohner — Sarah Jane aos 18 anos
  • Robert Alda — Allen Loomis
  • Dan O’Herlihy — David Edwards
  • Juanita Moore — Annie Johnson
  • Karin Dicker — Sarah Jane aos 8 anos
  • Troy Donahue — Frankie
  • Than Wyenn — Romano
  • Jack Weston — Tom

Fonte: www.cineplayers.com

Principais prêmios e indicações

Oscar (1960)

  • Indicado na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante (Susan Kohner / Juanita Moore).

Globo de Ouro (1960)

  • Prêmio na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante (Susan Kohner).
  • Indicado na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante (Juanita Moore).

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Filme do mês – agosto / 16

24 de agosto de 2016

O TÚMULO DOS VAGALUMES – 1988

Direção – Isao Takahata

Uma trágica história sobre dois irmãos – Setsuko e Seita – que vivem no Japão durante a época da guerra que, após tornarem-se órfãos por causa do conflito (sua mãe morreu e seu pai está desaparecido), vão parar na casa de parentes. As coisas pioram quando acabam tendo que ir viver em um abrigo no meio do mato. Quando Setsuko, a irmãzinha caçula, adoece gravemente, seu irmão deve se virar para conseguir ajuda para a menina, mas os tempos são difíceis e mesmo um pouco de comida pode ser difícil encontrar.

Elenco

  • Tsutomu Tatsumi — Seita
  • Ayano Shiraishi — Setsuko
  • Yoshiko Shinohara — Mãe
  • Akemi Yamaguchi — Tia

Fonte: www.cineplayers.com

Principais prêmios e indicações

Eleito um dos 50 melhores filmes de animação de todos os tempos, segundo a revista Time Out (2009).

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Filme do mês – Julho / 16

15 de julho de 2016

GOSTO DE CEREJA – 1997

Direção –  Abbas Kiarostami

Badii é um senhor amargurado que quer cometer suicídio, mas para fazer isso quer que alguém o ajude – como enterrá-lo no local adequado, por exemplo. Todos se recusam por várias diferentes razões, até que encontra um turco que também tentou se suicidar no passado.

Elenco

  • Homayoun Ershadi — Sr. Badii
  • Abdolrahman Bagheri — Sr. Bagheri
  • Afshin Khorshid Bakhtiari — Soldado
  • Safar Ali Moradi — O Soldado
  • Mir Hossein Noori — Seminarista

Fonte: www.cineplayers.com

Principais prêmios e indicações

Cannes (1997)

  • Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Filme do mês – Junho / 15

12 de junho de 2015

 

EM ALGUM LUGAR DO PASSADO  – 1980

Direção – Jeannot Szwarc

Jannot Szwarc

 

Sinopse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O filme retrata a vida de um jovem que retorna ao passado para resgatar uma mulher que, no presente, diz ser o seu grande amor. A história tem início quando o jovem dramaturgo, Richard Collier (Christopher Reeve), conhece uma idosa senhora que lhe entrega um relógio de bolso, seguido da enigmática e desconexa mensagem “volte para mim”. Anos depois e desejando espairecer, viaja para um hotel grandioso e antigo, no qual vê a foto da atriz Elise Mckenna (Jane Seymour), por quem apaixona-se perdidamente. No entanto, a fotografia é do ano de 1912, e o jovem decide então voltar ao passado para encontrá-la. Em suas pesquisas sobre a vida da atriz, descobre que ela se tratava, na realidade, da senhora que lhe dera o relógio anos atrás, o que lhe dá a confiança de que ela o conhecia de seu passado. Descobre ainda que Elise morrera na mesma noite em que o vira; além disso, ela possui uma réplica do hotel em que estava sua foto, com a melodia de Rachmaninoff, sua favorita, além de livros sobre viagens no tempo. Tais revelações o inserem num clima de mistério e determinação para encontrar sua amada.

Após inúmeras tentativas, Richard retorna ao passado e encontra Elise, vivendo momentos de amor e companheirismo, numa sintonia que rebate o fato de se conhecerem há pouco tempo. O romance enfrenta a oposição do agente de Elise, William (Christopher Plummer), que sequestra Richard para evitar que ele atrapalhe a carreira de Elise. Quando Richard consegue escapar, retorna ao hotel e reecontra Elise, passando a noite juntos.

 

Elenco

 

 

Principais prêmios e indicações

OSCAR (1981)

Globo de Ouro (1981)

  • Indicado na categoria de melhor trilha sonora.

 

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

 

 

 

 

Filme do mês – Maio / 15

16 de maio de 2015

Z  – 1969

Direção – Costa-Gravas

Constantin Costa-Gravas

 

Sinopse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O filme se inicia com a advertência nos créditos iniciais de Costa-Gavras e Jorge Semprún que qualquer semelhança com eventos e pessoas da vida real não é coincidência – é intencional.

Suspense político, trata de fatos reais ocorridos em 1963 na Grécia. Em cenário político tenso, professor de medicina e deputado grego, um dos líderes da oposição esquerdista, organiza juntamente com correligionários Shoula, Matt e Manuel e o deputado George Pirou, uma reunião pela paz e contra a permissão de instalação de mísseis balísticos americanos em território grego. Com dificuldades, a reunião é realizada mas ao concluir sua fala, o deputado é atropelado e acaba morrendo dias depois. A polícia conclui que foi um acidente mas há indícios que levam o juiz de instrução a suspeitar da versão da polícia e aprofunda a investigação. Com ajuda indireta de um fotojornalista, e testemunhas como Nick, ele consegue revelar uma trama de membros do governo grego, como o general de polícia, o coronel da polícia, outros militares e Yago e Vago, os autores do crime. São todos indiciados mas as testemunhas morrem em circunstâncias estranhas e os envolvidos são condenados a penas leves. Pouco tempo depois os militares lançam um golpe militar. O novo regime persegue os aliados do deputado morto, o fotojornalista e o juiz de instrução. Proíbem comportamentos e assuntos como a matemática moderna, liberdade de expressão, e a letra z, em grego antigo significa “ele está vivo”.

 

Elenco

  • Yves Montand …. Deputado
  • Irene Papas …. Helene, esposa do deputado
  • Jean-Louis Trintignant …. Juiz de instrução
  • Jacques Perrin …. Fotojornalista
  • Charles Denner …. Manuel, correligionário do deputado
  • Bernard Fresson …. Matt, correligionário do deputado
  • Pierre Dux …. General Missou da polícia
  • Julien Guiomar …. Coronel da polícia
  • Jean Bouise………Deputado Georges Pirou
  • Georges Géret …. Nick, testemunha
  • Magali Noël …. Irmã de Nick
  • Marcel Bozzuffi …. Vago
  • Renato Salvatori …. Yago
  • Clotilde Joano …. Shoula
  • François Périer……Procurador
  • Jean Dasté………Ilya Coste

 

Principais prêmios e indicações

OSCAR (1970)

BAFTA (1970)

  • Recebeu o prêmio Anthony Asquith de melhor trilha sonora para Míkis Theodorákis.
  • Indicado nas categorias de melhor filme, melhor montagem e melhor roteiro.

Globo de Ouro (1970)

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro.

Festival de Cannes (1969)

  • Recebeu o Prêmio do Júri e o de melhor ator (Jean-Louis Trintignant).
  • Indicado à Palma de Ouro.

 

Fotos

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

 

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.

Esta imagem é de propriedade de seus respectivos produtores.