Posts Tagged ‘Versátil’

Versátil – Em breve-Out/18

2 de outubro de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta SLASHERS vol. 4, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do subgênero mais popular do terror dos anos 80 em inéditas versões restauradas sem cortes e com uma hora de extras, incluindo especiais e entrevistas sobre os filmes. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

COMUNHÃO (Alice, Sweet, Alice, 1976, 107 min.)
De Alfred Sole. Com Linda Miller, Mildred Clinton, Paula E. Sheppard.
Menina é assassinada brutalmente durante a primeira comunhão na Igreja. As suspeitas recaem sobre sua irmã, com seu comportamento estranho. Com forte comentário social, esse é um dos melhores slashers de todos os tempos.

HORÁRIO DE VISITAS (Visiting Hours, 1982, 105 min.)
De Jean-Claude Lord. Com Michael Ironside, Lee Grant, Linda Purl.
Apresentadora de TV é internada em hospital para se recuperar do ataque de um psicopata. Mas o terror logo se instala no local… Ótimo e injustamente esquecido slasher canadense ambientado dentro de um hospital.

 

Disco 2

O TREM DO TERROR (Terror Train, 1980, 97 min.)
De Roger Spottiswoode. Com Ben Johnson, Jamie Lee Curtis, Hart Bochner.
Os rapazes da Sigma Phi convidam os amigos para a Festa de Ano Novo dentro de um trem, sem saber que, entre eles, se esconde um terrível assassino. Clássico do slasher com a rainha do gênero: Jamie Lee Curtis (“Halloween”).

A INICIAÇÃO (The Initiation, 1984, 97 min.)
De Larry Stewart. Com Vera Miles, Clu Gulager, Daphne Zuniga.
Uma jovem está entrando em uma fraternidade feminina. Sua iniciação será passar uma noite numa escura loja de departamentos. Só que um psicopata tem a mesma ideia… Slasher divertido e bem construído, com várias mortes elaboradas.

 

A Versátil apresenta VAMPIROS NO CINEMA vol. 3, digistack com 2 DVDs que reúne 4 inéditos filmes de vampiro protagonizados por vampiras, todos em versões restauradas, além de uma hora e meia de vídeos extras, incluindo especiais sobre os filmes. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

O VÍCIO (The Addiction, 1995, 82 min.)
De Abel Ferrara. Com Lili Taylor, Christopher Walken, Annabella Sciorra.
Em Nova York, uma estudante de Filosofia se torna vampira após ser mordida, e tenta se adaptar à sua nova existência e à sua insaciável sede de sangue. O polêmico Abel Ferrara (“Vício Frenético”) subverte criativamente o filme de vampiro.

A NOIVA ENSANGUENTADA (La Novia Ensangrentada, 1972, 102 min.)
De Vicente Aranda. Com Simón Andreu, Maribel Martín, Alexandra Bastedo.
A recém-casada Susan é assombrada por visões de Mircalla Karnstein, uma noiva que matou o marido na noite de núpcias. Uma das melhores versões do clássico “Carmilla, a Vampira de Karnstein”, de Joseph Sheridan Le Fanu.

 

Disco 2

AS FILHAS DE DRÁCULA (Vampyres, 1974, 88 min.)
De José Ramón Larraz. Com Marianne Morris, Anulka, Murray Brown.
Um casal de vampiras lésbicas seduz tanto homens como mulheres e os levam para sua casa de campo, para matá-los e beber o seu sangue. Clássico do terror erótico do talentoso diretor espanhol José Ramón Larraz (“Sintomas”).

A MALDIÇÃO DE LEMORA (Lemora: a Child’s Tale of the Supernatural, 1973, 85 min.)
De Richard Blackburn. Com Lesley Taplin, Cheryl Smith, William Whitton.
Ao voltar para sua cidade natal a fim de ver o pai doente, uma menina se vê envolvida por uma teia de vampirismo e feitiçaria. Onírico e macabro, este é um cult do terror independente norte-americano e do gótico sulino.

 

A Versátil apresenta FILME NOIR vol. 12, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do gênero dirigidos por mestres como Robert Siodmak e Joseph Mankiewicz e estrelados por astros como Burt Lancaster, Victor Mature, Richard Widmark, Dick Powell e Sidney Poitier. Quase três horas de extras, incluindo “Encontro em Londres” (Pool of London, 1951), ótimo filme noir britânico que aborda o racismo. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

UMA VIDA MARCADA (Cry of the City, 1948, 95 min.)
De Robert Siodmak. Com Victor Mature, Richard Conte, Fred Clark.
Dois amigos de infância tomam rumos opostos na vida: um se torna policial, o outro bandido. E seus caminhos voltam a se cruzar depois de um assassinato. Excelente filme noir do diretor de “Os Assassinos”.

ESTRANHA FASCINAÇÃO (I Walk Alone, 1948, 97 min.)
De Bryon Haskin. Com Burt Lancaster, Lizabeth Scott, Kirk Douglas.
Após 14 anos, Frankie sai da prisão e vai atrás de seu antigo comparsa, mas descobre que muita coisa mudou no mundo do crime durante a sua ausência. Ótimo filme noir que mostra a evolução do gangsterismo no pós-guerra.

 

Disco 2

O ÓDIO É CEGO (No Way Out, 1950, 106 min.)
De Joseph L. Mankiewicz. Com Sidney Poitier, Richard Widmark, Linda Darnell.
Um médico negro é designado para tratar de dois suspeitos brancos, que são irmãos. Quando um deles morre, as tensões raciais explodem. Indicado ao Oscar de roteiro, esse drama noir marcou a estreia do lendário Sidney Poitier.

OS VALENTÕES (Drive a Crooked Road, 1954, 80 min.)
De Richard Quine. Com Mickey Rooney, Dianne Foster, Kevin McCarthy.
Um mecânico honesto se apaixona pela namorada de um gângster, o que o faz participar de um assalto. Pérola noir admirada por Martin Scorsese que traz uma atuação memorável de Mickey Rooney.

 

Disco 3

GOLPE DO DESTINO (Cry Danger, 1951, 80 min.)
De Robert Parrish. Com Dick Powell, Rhonda Fleming, Richard Erdman.
Após 5 anos preso, Rocky Mulloy tenta libertar o amigo que ainda está preso pelo mesmo crime, descobrindo quem os incriminou. Em sua jornada noite adentro em busca de respostas, encontrará mulheres fatais, traições e reviravoltas.

CONCERTO MACABRO (Hangover Square, 1945, 77 min.)
De John Brahm. Com Laird Cregar, Linda Darnell, George Sanders.
Na Londres vitoriana, a polícia suspeita que um músico, que sofre de períodos de amnésia, pode ser um assassino. Mistura de noir e gótico, esse filme de beleza estranha tem um antológica trilha sonora de Bernard Herrmann.

 

A Versátil apresenta CINEMA SAMURAI VOL. 7, digistack com 3 DVDs que reúne 6 inéditos filmes de samurais dirigidos por mestres do gênero, como Kenji Mizoguchi, Kenji Misumi e Sadao Yamanaka, incluindo a clássica trilogia “A Espada Demoníaca”, baseada na famosa série de livros “Daibosatsu Toge”, de Kaizan Nakazato, cuja primeira parte foi adaptada por Kihachi Okamato no magnífico “A Espada da Maldição”.

 

Disco 1

A NOVA SAGA DO CLÃ TAIRA (Shin Heike Monogatari, 1955, 107 min.)
De Kenji Mizoguchi. Com Raizo Ichikawa, Narutoshi Hayashi, Tatsuya Ishiguro.
Japão, final do século XII. No crepúsculo da Era Heian, acompanhamos as tensões provocadas na corte pelo crescente poderio dos samurais. Fascinante jidaigeki do mestre Mizoguchi (“Contos da Lua Vaga”) com belíssimo uso da cor.

TANGE SAZEN E O POTE DE OURO (Tange Sazen yowa: Hyakuman ryo no tsubo, 1935, 91 min.)
De Sadao Yamanaka. Com Denjiro Okochi, Kiyozo, Kunitaro Sawamura.
Tange Sazen, um samurai caolho e de um braço só, envia um pote velho ao irmão, sem saber que este contém um mapa do tesouro. Com humor e humanismo, Yamanaka (“Humanidade e Balões de Papel”) realiza mais um fabuloso filme de samurai.

 

Disco 2

A ESPADA DEMONÍACA: PRIMEIRA ÉPOCA (Daibosatsu Toge, 1960, 106 min.)
De Kenji Misumi. Com Raizo Ichikawa, Kojiro Hongo, Tamao Nakamura.
Durante o fim do xogunato, o psicótico e niilista samurai Tsuke Ryunosuke não hesita em matar quem passa por seu caminho. Mais um ótimo chambara da parceria entre o lendário Kenji Misumi (“Lobo Solitário”) e o astro Raizo Ichikawa (“A Traição”).

A ESPADA DEMONÍACA: SEGUNDA ÉPOCA (Daibosatsu Toge: Ryujin no Maki, 1960, 90 min.)
De Kenji Misumi. Com Raizo Ichikawa, Tamao Nakamura, Kojiro Hongo.
Em meio aos conflitos políticos do Bakumatsu, o cruel Ryunosuke conhece uma mulher que se parece com a esposa que assassinou. Juntos, eles tentarão escapar da vingança do irmão da falecida, que faz parte dos Shinsengumi.

 

Disco 3

A ESPADA DEMONÍACA: TERCEIRA ÉPOCA (Daibosatsu Toge: Kanketsu-hen, 1961, 100 min.)
De Kazuo Mori. Com Raizo Ichikawa, Tamao Nakamura, Katsuhiko Kobayashi.
Perseguido pelo incansável Hyoma, o agora cego Ryunosuke tenta levar uma vida normal, mas sua sede de sangue logo volta. Dirigida pelo especialista Kazuo Mori (“A Vingança de um Samurai”), a conclusão da saga traz um duelo memorável.

CONTO CRUEL DO FIM DO XOGUNATO (Bakumatsu Zankoku Monogatari, 1964, 99 min.)
De Tai Kato. Com Hashizo Okawa, Junko Fuji, Isao Kimura.
No turbulento período do fim do xogunato, um jovem camponês deseja fazer parte dos Shinsengumi, o violento grupo de samurais pró-xogunato. Dirigido pelo visionário Tai Kato (“Sangue de Vingança”), este é um ótimo jidaigeki cruel no estilo de “Harakiri”.

 

A Versátil apresenta EUROCRIME, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do poliziotteschi, os filmes policiais italianos da década de 70 inspirados por “Dirty Harry”, “Operação França” e Bullitt”, dirigidos pelos maiores mestres do gênero: Fernando Di Leo e Umberto Lenzi, além de quase uma hora e meia de extras. Conheça esse gênero cult amado por Quentin Tarantino nessa Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

MILÃO CALIBRE 9 (Milano Calibro 9, 1972, 102 min.)
De Fernando Di Leo. Com Gastone Moschin, Barbara Bouchet, Mario Adorf.
Recém-libertado da prisão, Ugo Piazza quer levar uma vida honesta, mas seus ex-comparsas acham que ele escondeu uma fortuna. Obra-prima ultra violenta do poliziotteschi e do grande mestre do gênero, Fernando Di Leo.

O CÍNICO, O INFAME, O VIOLENTO (Il cinico, l’infame, il violento, Itália, 1977, 98 min.)
De Umberto Lenzi. Com Maurizio Merli, John Saxon, Tomas Milian.
Policial entra em guerra contra um sádico bandido e um chefão da máfia, sabotando os negócios da dupla. Com ótimas sequências de ação e muita violência, este poliziottesco traz Maurizio Merli e Tomas Milian, dois grandes astros do gênero.

 

Disco 2

POR ORDEM DA COSA NOSTRA (La Mala Ordina, 1972, 96 min.)
De Fernando Di Leo. Com Mario Adorf, Henry Silva, Woody Strode.
Quando um carregamento de heroína desaparece entre a Itália e Nova York, um cafetão de Milão é acusado do roubo. Dois assassinos profissionais são enviados em seu encalço. Excelente policial no mesmo estilo de “Operação França” e “Bullitt”.

QUASE HUMANO (Milano Odia: la Polizia Non Può Sparare, 1974, 99 min.)
De Umberto Lenzi. Com Tomas Milian, Henry Silva, Laura Belli.
Um criminoso violento sequestra a filha de um milionário, e passa a ser perseguido por um policial determinado a ir além do limite da lei para capturá-lo. Talvez o melhor filme de Lenzi, este é um sangrento e eletrizante poliziottesco.

 

A Versátil apresenta MULHERES NA DIREÇÃO, digistack com 2 DVDs que reúne 4 filmes inéditos dirigidos por mulheres: a belga Agnès Varda, a escocesa Lynne Ramsay, a inglesa Ida Lupino e a norte-americana Donna Deitch, além de quase uma hora de extras, com destaque para “Resposta das mulheres: nosso corpo, nosso sexo” (1975), curta feminista de Varda. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

UMA CANTA, A OUTRA NÃO (L’une chante, l’autre pas, França, 1977, 121 min.)
De Agnès Varda. Com Thérèse Liotard, Valérie Mairesse, Robert Dadiès.
A partir da frase “não se nasce mulher, torna-se mulher”, de Simone de Beauvoir, acompanhamos as vidas cruzadas de duas amigas na França da década de 1970, tendo como pano de fundo a luta do movimento feminista.

LAÇOS DE SANGUE (Hard, Fast and Beautiful, EUA, 1951, 78 min.)
De Ida Lupino. Com Claire Trevor, Sally Forrest, Carleton G. Young.
Quando a jovem Florence Farley demonstra talento para o tênis, sua mãe e um ex-campeão pretendem agenciar sua carreira, a fim de tirarem proveito de seu sucesso. Complexo drama de Lupino sobre a ambição em família.

 

Disco 2

CORAÇÕES DESERTOS (Desert Hearts, EUA, 1985, 92 min.)
De Donna Deitch. Com Helen Shaver, Patricia Charbonneau, Audra Lindley.
Prestes a se divorciar, professora se apaixona por uma moça que trabalha num cassino. Sensível drama romântico lésbico que ganhou o Prêmio Especial do Júri no Festival de Sundance e Melhor Atriz no Festival de Locarno.

O LIXO E O SONHO (Ratcatcher, Escócia, 1999, 93 min.)
De Lynne Ramsay. Com Tommy Flanagan, Mandy Matthews, William Eadie.
Na Glasgow dos anos 70, acompanhamos a vida de um menino pobre, que luta para conciliar seus sonhos com a miserável realidade que o cerca. Pequena obra-prima que marca a estreia da diretora de “Precisamos Falar sobre o Kevin”.

 

Versátil – Lançamentos-Out/18

2 de outubro de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta CAÇA ÀS BRUXAS NO CINEMA, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos de diversos países sobre a caça às bruxas em inéditas versões restauradas, das torturas da inquisição espanhola ao famoso julgamento de “bruxas” em Salem, passando por brutais perseguições na Inglaterra e na Morávia. Quase uma hora de extras, incluindo um especial sobre o tema. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

AS VIRGENS DE SALEM (Les Sorcières de Salem, França, 1957, 146 min.)
De Raymond Rouleau. Com Simone Signoret, Yves Montand, Jean Debucourt.
Nova Inglaterra, 1692. A histeria toma conta da cidade de Salem quando membros da comunidade são acusados de prática de bruxaria. Com roteiro de Jean-Paul Sartre, essa foi a primeira adaptação da peça “As Bruxas de Salem”, de Arthur Miller.

INQUISIÇÃO (Inquisición, Espanha, 1978, 90 min.)
De Paul Naschy. Com Paul Naschy, Daniela Giordano, Mónica Randall.
Durante a Inquisição na Espanha, um violento inquisidor se apaixona por uma camponesa, sem desconfiar de suas maléficas intenções. Estreia na direção do lendário Jacinto Molina (Paul Naschy), o maior astro do terror espanhol.

 

Disco 2

O CAÇADOR DE BRUXAS (Witchfinder General, Inglaterra, 1968, 87 min.)
De Michael Reeves. Com Vincent Price, Ian Olgivy, Rupert Davies.
Durante a Guerra Civil Inglesa, um jovem soldado tenta pôr fim nas crueldades de Matthew Hopkins, um sádico caçador de bruxas. Vincent Price tem uma das melhores atuações da carreira nesse influente filme de terror.

O MARTELO DAS BRUXAS (Kladivo na Čarodějnice, Rep. Tcheca, 1970, 107 min.)
De Otakar Vávra. Com Vladimir Smeral, Elo Romancik, Josef Kemr.
Baseando-se em registros históricos dos julgamentos de “bruxas” numa cidade tcheca entre 1678 a 1695, Otakar Vávra, um dos expoentes da nouvelle vague tcheca, realizou uma obra alegórica e inesquecível sobre a intolerância religiosa.

 

A Versátil apresenta CLÁSSICOS SCI-FI VOL. 5, digistack com 3 DVDs que reúne 6 filmes de ficção-cientifica, incluindo as inéditas versões restauradas dos excelentes “Alphaville” e “eXistenZ”, dos mestres Jean-Luc Godard e David Cronenberg, além de uma hora e meia hora de extras, com destaque para muitos especiais sobre esses dois cults do cinema. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

ALPHAVILLE (Alphaville, une Étrange Aventure de Lemmy Caution, 1965, 99 min.)
De Jean-Luc Godard. Com Eddie Constantine, Anna Karina, Akim Tamiroff.
O agente Lemmy Caution chega a Alphaville, com a missão de destruir a inteligência artificial que comanda a cidade. Em sua única incursão pela ficção-científica, Godard realiza um fascinante tech noir (filme noir futurista).

WEST WORLD – ONDE NINGUÉM TEM ALMA (Westworld, 1973, 89 min.)
De Michael Crichton. Com Yul Brynner, Richard Benjamin, James Brolin.
Dois amigos vão passar férias num parque temático que recria, com robôs, o Velho Oeste. Tudo vai bem até que uma das máquinas sai do controle… O escritor Michael Crichton (“Jurassic Park”) dirigiu esse clássico que deu origem à série de TV.

 

Disco 2

EXISTENZ (Idem, 1999, 97 min.)
De David Cronenberg. Com Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Ian Holm.
Perseguida por fanáticos religiosos, uma designer de games de realidade virtual precisa se refugiar no seu revolucionário jogo eXistenZ. Cronenberg mais uma vez explora magistralmente as fronteiras natural/artificial e humano/mecânico.

É PROIBIDO PROCRIAR (Z.P.G., 1972, 95 min.).
De Michael Campus. Com Oliver Reed, Geraldine Chaplin, Don Gordon.
Num futuro distante, o mundo está superpovoado e poluído. Desesperados, os países proíbem nascimentos por 30 anos. Porém, um casal tem um bebê. Interessante distopia inglesa que antecipa “Fuga no Século 23”.

 

Disco 3

A DECADÊNCIA DE UMA ESPÉCIE (The Handmaid’s Tale, 1990, 109 min.)
De Volker Schlöndorff. Com Natasha Richardson, Faye Dunaway, Aidan Quinn.
A poluição tornou 99% da população da Terra estéril. Uma jovem fértil é forçada a servir sexualmente um comandante, que deseja engravidá-la. Primeira adaptação de “O Conto da Aia” (“The Handmaid’s Tale”), de Margaret Atwood.

O DIABO, A CARNE E O MUNDO (The Devil, the Flesh and the World, 1959, 94 min.)
De Ranald MacDougall. Com Harry Belafonte, Inger Stevens, Mel Ferrer.
Após ficar dias preso numa mina devido a um deslizamento, homem descobre, ao sair, que a humanidade foi dizimada por um holocausto nuclear. Com forte comentário racial, este é um dos primeiros filmes pós-apocalípticos do cinema

 

Versátil – Em breve-Set/18

1 de setembro de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

 

A Versátil apresenta CAÇA ÀS BRUXAS NO CINEMA, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos de diversos países sobre a caça às bruxas em inéditas versões restauradas, das torturas da inquisição espanhola ao famoso julgamento de “bruxas” em Salem, passando por brutais perseguições na Inglaterra e na Morávia. Quase uma hora de extras, incluindo um especial sobre o tema. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

AS VIRGENS DE SALEM (Les Sorcières de Salem, França, 1957, 146 min.)
De Raymond Rouleau. Com Simone Signoret, Yves Montand, Jean Debucourt.
Nova Inglaterra, 1692. A histeria toma conta da cidade de Salem quando membros da comunidade são acusados de prática de bruxaria. Com roteiro de Jean-Paul Sartre, essa foi a primeira adaptação da peça “As Bruxas de Salem”, de Arthur Miller.

INQUISIÇÃO (Inquisición, Espanha, 1978, 90 min.)
De Paul Naschy. Com Paul Naschy, Daniela Giordano, Mónica Randall.
Durante a Inquisição na Espanha, um violento inquisidor se apaixona por uma camponesa, sem desconfiar de suas maléficas intenções. Estreia na direção do lendário Jacinto Molina (Paul Naschy), o maior astro do terror espanhol.

 

Disco 2

O CAÇADOR DE BRUXAS (Witchfinder General, Inglaterra, 1968, 87 min.)
De Michael Reeves. Com Vincent Price, Ian Olgivy, Rupert Davies.
Durante a Guerra Civil Inglesa, um jovem soldado tenta pôr fim nas crueldades de Matthew Hopkins, um sádico caçador de bruxas. Vincent Price tem uma das melhores atuações da carreira nesse influente filme de terror.

O MARTELO DAS BRUXAS (Kladivo na Čarodějnice, Rep. Tcheca, 1970, 107 min.)
De Otakar Vávra. Com Vladimir Smeral, Elo Romancik, Josef Kemr.
Baseando-se em registros históricos dos julgamentos de “bruxas” numa cidade tcheca entre 1678 a 1695, Otakar Vávra, um dos expoentes da nouvelle vague tcheca, realizou uma obra alegórica e inesquecível sobre a intolerância religiosa.

 

A Versátil apresenta CLÁSSICOS SCI-FI VOL. 5, digistack com 3 DVDs que reúne 6 filmes de ficção-cientifica, incluindo as inéditas versões restauradas dos excelentes “Alphaville” e “eXistenZ”, dos mestres Jean-Luc Godard e David Cronenberg, além de uma hora e meia hora de extras, com destaque para muitos especiais sobre esses dois cults do cinema. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

ALPHAVILLE (Alphaville, une Étrange Aventure de Lemmy Caution, 1965, 99 min.)
De Jean-Luc Godard. Com Eddie Constantine, Anna Karina, Akim Tamiroff.
O agente Lemmy Caution chega a Alphaville, com a missão de destruir a inteligência artificial que comanda a cidade. Em sua única incursão pela ficção-científica, Godard realiza um fascinante tech noir (filme noir futurista).

WEST WORLD – ONDE NINGUÉM TEM ALMA (Westworld, 1973, 89 min.)
De Michael Crichton. Com Yul Brynner, Richard Benjamin, James Brolin.
Dois amigos vão passar férias num parque temático que recria, com robôs, o Velho Oeste. Tudo vai bem até que uma das máquinas sai do controle… O escritor Michael Crichton (“Jurassic Park”) dirigiu esse clássico que deu origem à série de TV.

 

Disco 2

EXISTENZ (Idem, 1999, 97 min.)
De David Cronenberg. Com Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Ian Holm.
Perseguida por fanáticos religiosos, uma designer de games de realidade virtual precisa se refugiar no seu revolucionário jogo eXistenZ. Cronenberg mais uma vez explora magistralmente as fronteiras natural/artificial e humano/mecânico.

É PROIBIDO PROCRIAR (Z.P.G., 1972, 95 min.).
De Michael Campus. Com Oliver Reed, Geraldine Chaplin, Don Gordon.
Num futuro distante, o mundo está superpovoado e poluído. Desesperados, os países proíbem nascimentos por 30 anos. Porém, um casal tem um bebê. Interessante distopia inglesa que antecipa “Fuga no Século 23”.

 

Disco 3

A DECADÊNCIA DE UMA ESPÉCIE (The Handmaid’s Tale, 1990, 109 min.)
De Volker Schlöndorff. Com Natasha Richardson, Faye Dunaway, Aidan Quinn.
A poluição tornou 99% da população da Terra estéril. Uma jovem fértil é forçada a servir sexualmente um comandante, que deseja engravidá-la. Primeira adaptação de “O Conto da Aia” (“The Handmaid’s Tale”), de Margaret Atwood.

O DIABO, A CARNE E O MUNDO (The Devil, the Flesh and the World, 1959, 94 min.)
De Ranald MacDougall. Com Harry Belafonte, Inger Stevens, Mel Ferrer.
Após ficar dias preso numa mina devido a um deslizamento, homem descobre, ao sair, que a humanidade foi dizimada por um holocausto nuclear. Com forte comentário racial, este é um dos primeiros filmes pós-apocalípticos do cinema

 

Versátil – Lançamentos-Set/18

1 de setembro de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta “Slashers vol. 3”, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do subgênero mais popular do terror dos anos 80 em inéditas versões restauradas sem cortes e com duas horas de extras, incluindo especiais e entrevistas sobre os filmes. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

NOITE DO TERROR (Black Christmas, 1974, 98 min.)
De Bob Clark. Com Olivia Hussey, Keir Dullea, Margot Kidder, John Saxon.
Durante o feriado de Natal, estudantes de uma fraternidade feminina são caçadas por um psicopata. Dirigido pelo talentoso Bob Clark (“Sonho de Morte”), este excelente cult-movie canadense é considerado um dos primeiros slashers do cinema.

NATAL SANGRENTO (Silent Night, Deadly Night, 1984, 82 min.).
De Charles E. Sellier Jr.. Com Lilyan Chauvin, Gilmer McCormick, Toni Nero.
Após testemunhar o assassinato dos pais no Natal, adolescente fica traumatizado e ainda sofre abusos no orfanato. Quando adulto, ele se torna um Papai Noel assassino no Natal. Um dos mais infames e polêmicos slashers dos anos 80.

 

Disco 2

O TERROR DA SERRA ELÉTRICA (Pieces/Mil Gritos Tiene la Noche, 1982, 87 min.)
De Juan Piquer Simón. Com Christopher George, Lynda Day George, Frank Braña.
Num campus, estudantes estão sendo desmembradas por um misterioso assassino, que tenta montar um quebra-cabeça humano feito de partes de corpos. Clássico exploitation que mistura slasher e giallo com doses cavalares de sangue.

VIOLÊNCIA E TERROR (Intruder, 1989, 88 min.)
De Scott Spiegel. Com Elizabeth Cox, Renée Estevez, Dan Hicks.
Dentro de um supermercado, os funcionários do turno da noite são perseguidos e mortos por um misterioso maníaco. Ótimo slasher dos criadores de “Evil Dead” e com a participação de Sam Raimi e Bruce Campbell no elenco.

 

A Versátil apresenta GIALLO VOL. 6, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos inéditos do suspense sangrento italiano dirigidos por especialistas no gênero, como Sergio Martino (“Todas as Cores da Escuridão”) e Duccio Tessari (“Uma Borboleta com as Asas Ensanguentadas”), além de uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

A CAUDA DO ESCORPIÃO (La Coda dello Scorpione, 1971, 95 min.)
De Sergio Martino. Com George Hilton, Anita Strindberg, Alberto de Mendoza.
Após a misteriosa morte de um milionário, tem início uma série de sangrentos assassinatos que despertam a atenção da polícia. Giallo clássico do mestre Sergio Martino com o astro George Hilton e trilha antológica de Bruno Nicolai.

A MULHER DO LAGO (La Donna del Lago, Itália, 1965, 95 min.)
De Luigi Bazzoni. Com Peter Baldwin, Valentina Cortese, Virna Lisi.
Homem chega a uma pequena cidade do interior da Itália em busca de uma mulher que aparentemente se suicidou. Protogiallo de fascinante atmosfera, esta pequena obra-prima é um marco na evolução do gênero em meados dos anos 60.

 

Disco 2

A MORTE CAMINHA À MEIA-NOITE (La Morte Accarezza a Mezzanotte, 1974, 102 min.)
De Luciano Ercoli. Com Nieves Navarro, Simón Andreu, Pietro Martellanza.
Modelo toma uma droga experimental e, em seus delírios, acaba testemunhando um assassinato. Seu pesadelo aumenta quando começa a ser perseguida pela assassino. Excelente giallo com uma inesquecível protagonista feminina.

OS ASSASSINOS SÓ MATAM AOS SÁBADOS (La Morte Risale a Ieri Sera, 1974, 97 min.)
De Duccio Tessari. Com Frank Wolff, Raf Vallone, Gabriele Tinti.
Um inspetor de polícia investiga a morte de uma moça de 25 anos com problemas mentais, filha de um viúvo solitário que deseja vingança. Brilhante mistura de giallo e poliziottesco com forte comentário social.

 

A Versátil apresenta OBRAS-PRIMAS DO TERROR VOL. 9, digistack com 3 DVDs que reúne seis clássicos do cinema de horror europeu, incluindo as inéditas versões recentemente restauradas das obras-primas “As Diabólicas” e “Os Olhos Sem Rosto”, além de filmes raros de três lendas do exploitation: Jesús Franco, Joe D’Amato e Paul Naschy e mais de duas horas de vídeos extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

AS DIABÓLICAS (Les Diaboliques, França, 1955, 116 min.)
De Henri Georges-Clouzot. Com Simone Signoret, Véra Clouzot, Paul Meurisse.
A esposa e a amante de um diretor de escola violento decidem matá-lo, mas algo dá errado. Ao lado de “Psicose”, esta obra-prima do mestre Henri Georges-Clouzot (“O Salário do Medo”) se tornou um dos filmes mais influentes do cinema de horror.

OS OLHOS SEM ROSTO (Les Yeux Sans Visage, França, 1960, 90 min.)
De Georges Franju. Com Pierre Brasseur, Alida Valli, Juliette Mayniel.
Um cirurgião que causou um acidente que deixou a filha desfigurada sequestra moças para conseguir um novo rosto para ela. Um dos maiores filmes de terror de todos os tempos que serviu de inspiração para “A Pele que Habito”, de Almodóvar.

 

Disco 2

O DIABÓLICO DR Z (Le Diabolique Docteur Z, França, 1967, 87 min.)
De Jesús Franco. Com Estella Blain, Mabel Karr, Howard Vernon.
Uma jovem mulher decide se vingar das pessoas responsáveis pela morte do seu pai, um famoso e macabro cientista. Uma das primeiras obras do visionário Jess Franco (“O Terrível Dr. Orloff”), esta é uma delirante mistura de terror e sci-fi.

A MÃO DO DIABO (La Main du Diable, França, 1943, 81 min.)
De Maurice Tourneur. Com Pierre Fresnay, Josseline Gaël, Noël Roquevert.
Um homem compra por um tostão uma mão esquerda cortada que serve como talismã que lhe dá amor, sucesso e riqueza. Mas nada é de graça quando vem do Diabo… Clássico do terror francês dirigido pelo pai de Jacques Tourneur.

 

Disco 3

A MORTE SORRIU PARA O ASSASSINO (La Morte ha Sorriso all’Assassino, Itália, 1973, 88 min.)
De Joe D’Amato (Aristide Massaccesi). Com Klaus Kinski, Ewa Aulin.
Um homem descobre um antigo encantamento inca para ressuscitar os mortos e o usa para trazer sua irmã de volta à vida. Poético terror gótico com pitadas de giallo do mestre do exploitation Joe D’Amato (“Buio Omega”).

O ANDARILHO (El Caminante, Espanha, 1979, 93 min.)
De Paul Naschy. Com Paul Naschy, Sara Lezana, David Rocha.
Seguindo os passos de Cristo, o Diabo decide se tornar humano para perambular pela Terra, vivendo uma série de desventuras. Terror com muito humor negro dirigido por Jacinto Molina (Paul Naschy), o maior astro do terror espanhol.

 

Versátil – Em breve-Ago/18

2 de agosto de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta “Slashers vol. 3”, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos do subgênero mais popular do terror dos anos 80 em inéditas versões restauradas sem cortes e com duas horas de extras, incluindo especiais e entrevistas sobre os filmes. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

NOITE DO TERROR (Black Christmas, 1974, 98 min.)
De Bob Clark. Com Olivia Hussey, Keir Dullea, Margot Kidder, John Saxon.
Durante o feriado de Natal, estudantes de uma fraternidade feminina são caçadas por um psicopata. Dirigido pelo talentoso Bob Clark (“Sonho de Morte”), este excelente cult-movie canadense é considerado um dos primeiros slashers do cinema.

NATAL SANGRENTO (Silent Night, Deadly Night, 1984, 82 min.).
De Charles E. Sellier Jr.. Com Lilyan Chauvin, Gilmer McCormick, Toni Nero.
Após testemunhar o assassinato dos pais no Natal, adolescente fica traumatizado e ainda sofre abusos no orfanato. Quando adulto, ele se torna um Papai Noel assassino no Natal. Um dos mais infames e polêmicos slashers dos anos 80.

 

Disco 2

O TERROR DA SERRA ELÉTRICA (Pieces/Mil Gritos Tiene la Noche, 1982, 87 min.)
De Juan Piquer Simón. Com Christopher George, Lynda Day George, Frank Braña.
Num campus, estudantes estão sendo desmembradas por um misterioso assassino, que tenta montar um quebra-cabeça humano feito de partes de corpos. Clássico exploitation que mistura slasher e giallo com doses cavalares de sangue.

VIOLÊNCIA E TERROR (Intruder, 1989, 88 min.)
De Scott Spiegel. Com Elizabeth Cox, Renée Estevez, Dan Hicks.
Dentro de um supermercado, os funcionários do turno da noite são perseguidos e mortos por um misterioso maníaco. Ótimo slasher dos criadores de “Evil Dead” e com a participação de Sam Raimi e Bruce Campbell no elenco.

 

A Versátil apresenta GIALLO VOL. 6, digistack com 2 DVDs que reúne 4 clássicos inéditos do suspense sangrento italiano dirigidos por especialistas no gênero, como Sergio Martino (“Todas as Cores da Escuridão”) e Duccio Tessari (“Uma Borboleta com as Asas Ensanguentadas”), além de uma hora e meia de extras. Edição Limitada com 4 cards.

 

Disco 1

A CAUDA DO ESCORPIÃO (La Coda dello Scorpione, 1971, 95 min.)
De Sergio Martino. Com George Hilton, Anita Strindberg, Alberto de Mendoza.
Após a misteriosa morte de um milionário, tem início uma série de sangrentos assassinatos que despertam a atenção da polícia. Giallo clássico do mestre Sergio Martino com o astro George Hilton e trilha antológica de Bruno Nicolai.

A MULHER DO LAGO (La Donna del Lago, Itália, 1965, 95 min.)
De Luigi Bazzoni. Com Peter Baldwin, Valentina Cortese, Virna Lisi.
Homem chega a uma pequena cidade do interior da Itália em busca de uma mulher que aparentemente se suicidou. Protogiallo de fascinante atmosfera, esta pequena obra-prima é um marco na evolução do gênero em meados dos anos 60.

 

Disco 2

A MORTE CAMINHA À MEIA-NOITE (La Morte Accarezza a Mezzanotte, 1974, 102 min.)
De Luciano Ercoli. Com Nieves Navarro, Simón Andreu, Pietro Martellanza.
Modelo toma uma droga experimental e, em seus delírios, acaba testemunhando um assassinato. Seu pesadelo aumenta quando começa a ser perseguida pela assassino. Excelente giallo com uma inesquecível protagonista feminina.

OS ASSASSINOS SÓ MATAM AOS SÁBADOS (La Morte Risale a Ieri Sera, 1974, 97 min.)
De Duccio Tessari. Com Frank Wolff, Raf Vallone, Gabriele Tinti.
Um inspetor de polícia investiga a morte de uma moça de 25 anos com problemas mentais, filha de um viúvo solitário que deseja vingança. Brilhante mistura de giallo e poliziottesco com forte comentário social.

 

A Versátil apresenta OBRAS-PRIMAS DO TERROR VOL. 9, digistack com 3 DVDs que reúne seis clássicos do cinema de horror europeu, incluindo as inéditas versões recentemente restauradas das obras-primas “As Diabólicas” e “Os Olhos Sem Rosto”, além de filmes raros de três lendas do exploitation: Jesús Franco, Joe D’Amato e Paul Naschy e mais de duas horas de vídeos extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

AS DIABÓLICAS (Les Diaboliques, França, 1955, 116 min.)
De Henri Georges-Clouzot. Com Simone Signoret, Véra Clouzot, Paul Meurisse.
A esposa e a amante de um diretor de escola violento decidem matá-lo, mas algo dá errado. Ao lado de “Psicose”, esta obra-prima do mestre Henri Georges-Clouzot (“O Salário do Medo”) se tornou um dos filmes mais influentes do cinema de horror.

OS OLHOS SEM ROSTO (Les Yeux Sans Visage, França, 1960, 90 min.)
De Georges Franju. Com Pierre Brasseur, Alida Valli, Juliette Mayniel.
Um cirurgião que causou um acidente que deixou a filha desfigurada sequestra moças para conseguir um novo rosto para ela. Um dos maiores filmes de terror de todos os tempos que serviu de inspiração para “A Pele que Habito”, de Almodóvar.

 

Disco 2

O DIABÓLICO DR Z (Le Diabolique Docteur Z, França, 1967, 87 min.)
De Jesús Franco. Com Estella Blain, Mabel Karr, Howard Vernon.
Uma jovem mulher decide se vingar das pessoas responsáveis pela morte do seu pai, um famoso e macabro cientista. Uma das primeiras obras do visionário Jess Franco (“O Terrível Dr. Orloff”), esta é uma delirante mistura de terror e sci-fi.

A MÃO DO DIABO (La Main du Diable, França, 1943, 81 min.)
De Maurice Tourneur. Com Pierre Fresnay, Josseline Gaël, Noël Roquevert.
Um homem compra por um tostão uma mão esquerda cortada que serve como talismã que lhe dá amor, sucesso e riqueza. Mas nada é de graça quando vem do Diabo… Clássico do terror francês dirigido pelo pai de Jacques Tourneur.

 

Disco 3

A MORTE SORRIU PARA O ASSASSINO (La Morte ha Sorriso all’Assassino, Itália, 1973, 88 min.)
De Joe D’Amato (Aristide Massaccesi). Com Klaus Kinski, Ewa Aulin.
Um homem descobre um antigo encantamento inca para ressuscitar os mortos e o usa para trazer sua irmã de volta à vida. Poético terror gótico com pitadas de giallo do mestre do exploitation Joe D’Amato (“Buio Omega”).

O ANDARILHO (El Caminante, Espanha, 1979, 93 min.)
De Paul Naschy. Com Paul Naschy, Sara Lezana, David Rocha.
Seguindo os passos de Cristo, o Diabo decide se tornar humano para perambular pela Terra, vivendo uma série de desventuras. Terror com muito humor negro dirigido por Jacinto Molina (Paul Naschy), o maior astro do terror espanhol.

 

Versátil – Lançamentos-Ago/18

2 de agosto de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta “Filme Noir vol. 11”, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do gênero dirigidos por mestres como Robert Siodmak, Don Siegel, Frank Borzage e Richard Fleischer, com destaque para a inédita versão restaurada da obra-prima “Os Assassinos” (1946). Quase três horas de extras, incluindo “Os Salteadores de Estradas” (“Plunder Road”, 1957), ótimo filme B noir de assalto. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

OS ASSASSINOS (The Killers, 1946, 102 min.)
De Robert Siodmak. Com Burt Lancaster, Ava Gardner, Edmond O’Brian.
Dois assassinos matam um boxeador decadente e um agente de seguros decide investigar o passado da vítima. Baseando-se num conto de Ernest Hemingway, Siodmak realiza um dos maiores filmes noir de todos os tempos.

SEMPRE CHOVE AOS DOMINGOS (It Always Rains on Sunday, 1947, 91 min.)
De Robert Hamer. Com Googie Withers, Jack Warner, John McCallum.
Um condenado foge da cadeia e tenta se esconder na casa de sua antiga namorada que, agora casada, reluta em ajudá-lo. Com impressionante realismo e forte comentário social, esta é umas das obras-primas do cinema noir britânico.

 

Disco 2

À MARGEM DA VIDA (Caged, 1950, 96 min.)
De John Cromwell. Com Eleanor Parker, Agnes Moorehead, Ellen Corby.
Uma jovem ingênua de 19 anos, condenada como cúmplice num assalto, é enviada à prisão, onde se afundará no crime. Indicado a 4 Oscar e Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Veneza, este filme noir de prisão não perdeu a força.

AO CAIR DA NOITE (Moonrise, 1947, 90 min.)
De Frank Borzage. Com Dane Clark, Gail Russell, Ethel Barrymore.
Atormentado desde a infância pelo passado criminoso do pai, o jovem Danny acidalmente acaba matando outro rapaz por causa de uma garota. Fascinante noir psicológico do mestre Frank Borzage (“Adeus às Armas”).

 

Disco 3

REBELIÃO NO PRESÍDIO (Riot in Cell Block 11, 1954, 80 min.)
De Don Siegel. Com Neville Brand, Emile Meyer, Frank Faylen.
Cansados com o tratamento desumano e com as péssimas condições do presídio, presos começam uma rebelião geral. Pungente filme noir de prisão magistralmente dirigido por Siegel (“O Estranho que Nós Amamos”).

IMPÉRIO DO TERROR (Armored Car Robbery, 1949, 67 min.)
De Richard Fleischer. Com Charles McGraw, Adele Jergens, William Tallman.
Um assalto muito bem planejado dá errado e um tira durão sai no encalço dos bandidos. Assim como “Rumo ao Inferno”, este é mais um eletrizante filme noir B do grande Richard Fleischer (“Os Novos Centuriões”).

EXTRAS: “Os Salteadores de Estradas” (Plunder Road, 1957), de Hubert Cornfield (72 min.), Especiais sobre os filmes e trailers (73 min.).

 

A Versátil apresenta “Cinema Faroeste Vol. 7”, digistack com 3 DVDs que reúne seis clássicos do gênero dirigidos por mestres omo Nicholas Ray, Raoul Walsh, Joseph L. Mankiewicz e Richard Fleischer, incluindo a inédita versão recentemente restaurada de “Johnny Guitar”, acompanhado aqui por quase uma hora de extras sobre esse faroeste feminista. Edição Limitada com 6 cards..

 

Disco 1

JOHNNY GUITAR (Idem, 1954, 110 min.)
De Nicholas Ray. Com Joan Crawford, Sterling Hayden, Mercedes McCambridge.
Dona de um bar do Arizona conta com a ajuda de um velho amor, o violeiro Johnny Guitar, para enfrentar o xerife local e os capangas de sua arquirrival. Um dos maiores faroestes de todos os tempos.

ELES PASSARAM POR AQUI (Four Faces West,1948, 90 min.)
De Alfred E. Green. Com Joel McCrea, Frances Dee, Charles Bickford.
Um homem honesto acaba se tornando um fora-da-lei e precisa fugir para viver. E sua história está ligada a outros três personagens: um xerife, um jogador e uma mulher. Pérola do faroeste protagonizada pelo astro Joel McCrea.

 

DISCO 2

COVIL DO DIABO (Cheyenne, 1947, 99 min.)
De Raoul Walsh. Com Dennis Morgan, Jane Wyman, Janis Paige.
Jogador se vê obrigado a capturar “O Poeta”, um perigoso assaltante de diligências, mas é atrapalhado pela esposa do bandido. Empolgante faroeste em mais uma aula de direção de cenas de ação pelo grande Raoul Walsh.

FAMA A QUALQUER PREÇO (These Thousand Hills, 1959, 96 min.)
De Richard Fleischer. Com Don Murray, Richard Egan, Lee Remick.
Um caubói ambicioso não medirá esforços para conseguir o que deseja. Fleischer dirige com o talento de sempre essa ótima adaptação de uma obra de A.B. Guthrie Jr., mesmo escritor de “Os Brutos Também Amam”.

 

DISCO 3

NINHO DE COBRAS (There Was a Crooked Man…, 1970, 123 min.)
De Joseph L. Mankiewicz. Com Kirk Douglas, Henry Fonda, Hume Cronyn.
Um sedutor, mas implacável bandido é enviado para uma prisão no Arizona, de onde tentará fugir com a ajuda dos outros prisioneiros. Penúltimo filme de Mankiewicz (“A Malvada”), este é um excelente faroeste com toques cômicos.

O MORRO DOS MAUS ESPÍRITOS (The Shepherd of the Hills, 1941, 98 min.)
De Henry Hathaway. Com John Wayne, Betty Field, Harry Carey.
Um misterioso forasteiro chega às montanhas do Missouri e faz amizade com uma garota local, despertendo o ciúme do noivo da moça. Mistura de faroeste e drama rural com uma atuação marcante do lendário John Wayne, em início de carreira.

 

A Versátil apresenta “Filme Noir Francês”, digistack com 3 DVDs que reúne inéditas versões restauradas de 6 clássicos do polar¸ o filme policial francês, com direção de mestres como Jean-Pierre Melville, Jacques Becker, Claude Sautet e estrelados pelos grandes astros do gênero: Jean Gabin, Alain Delon, Jean-Paul Belmondo e Lino Ventura. Mais de uma hora de extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

DISCO 1

EXPRESSO PARA BORDEAUX (Un Flic, 1972, 95 min.)
De Jean-Pierre Melville. Com Alain Delon, Catherine Deneuve, Richard Crenna.
O ladrão Simon planeja um arriscado roubo a um trem pagador, o que o colocará em rota de colisão com o amigo detetive Coleman. E ambos estão apaixonados pela mesma mulher. Último filme do genial Melville, o mestre supremo do polar.

GRISBI, OURO MALDITO (Touchez pas au Grisbi, 1954, 96 min.)
De Jacques Becker. Com Jean Gabin, Lino Ventura, Jeanne Moreau.
Um velho gângster planeja um último golpe antes de se aposentar, mas o mundo do crime não é mais o mesmo. Obra-prima do mestre Jacques Becker (“Amores de Apache”). Prêmio de Melhor Ator no Festival de Veneza para Jean Gabin.

 

DISCO 2

VÍCIO MALDITO (La Désordre et la Nuit, 1958, 93 min.)
De Gilles Grangier. Com Jean Gabin, Danielle Darrieux, Nadja Tiller.
Ao investigar a morte do dono de um clube noturno, um detetive da polícia parisiense se interessa por uma fascinante mulher viciada em drogas. Com diálogos do especialista Michel Audiard, esta é pérola do filme noir francês dos anos 50.

COMO FERA ENCURRALADA (Classe Tous Risques, 1960, 108 min.)
De Claude Sautet. Com Lino Ventura, Jean-Paul Belmondo, Sandra Milo.
Um criminoso tenta voltar clandestinamente para França, fugindo da polícia. Ao chegar, percebe que enfrentará problemas. Assim como “Ascensor para Cadafalso”, esse excelente polar do início da Nouvelle Vague homenageia o filme noir hollywoodiano.

 

DISCO 3

A MORTE DE UM CORRUPTO (Mort d’un Pourri, 1977, 123 min.)
De Georges Lautner. Com Alain Delon, Ornella Muti, Klaus Kinski.
Executivo tenta ajudar amigo parlamentar, que acabou de matar um chantagista que dizia ter documentos que comprovariam um escândalo de corrupção envolvendo autoridades. Surpreendente polar político com elenco internacional.

SÉRIE NEGRA (Série Noire, 1979, 115 min.)
De Alain Corneau. Com Patrick Dewaere, Marie Trintignant.
Frank é um vendedor que atua na periferia de Paris. Ao conhecer uma adolescente obrigada a se prostituir, ele decide matar para ajudar a moça. Baseado em obra de Jim Thompson (“O Grande Golpe”), esta obra-prima do cinema noir tem direção do talentoso Corneau (“Todas as Manhãs do Mundo”).

 

Versátil – Em breve-Jul/18

5 de julho de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

 

A Versátil apresenta “Filme Noir vol. 11”, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos do gênero dirigidos por mestres como Robert Siodmak, Don Siegel, Frank Borzage e Richard Fleischer, com destaque para a inédita versão restaurada da obra-prima “Os Assassinos” (1946). Quase três horas de extras, incluindo “Os Salteadores de Estradas” (“Plunder Road”, 1957), ótimo filme B noir de assalto. Edição Limitada com 6 cards.

 

Disco 1

OS ASSASSINOS (The Killers, 1946, 102 min.)
De Robert Siodmak. Com Burt Lancaster, Ava Gardner, Edmond O’Brian.
Dois assassinos matam um boxeador decadente e um agente de seguros decide investigar o passado da vítima. Baseando-se num conto de Ernest Hemingway, Siodmak realiza um dos maiores filmes noir de todos os tempos.

SEMPRE CHOVE AOS DOMINGOS (It Always Rains on Sunday, 1947, 91 min.)
De Robert Hamer. Com Googie Withers, Jack Warner, John McCallum.
Um condenado foge da cadeia e tenta se esconder na casa de sua antiga namorada que, agora casada, reluta em ajudá-lo. Com impressionante realismo e forte comentário social, esta é umas das obras-primas do cinema noir britânico.

 

Disco 2

À MARGEM DA VIDA (Caged, 1950, 96 min.)
De John Cromwell. Com Eleanor Parker, Agnes Moorehead, Ellen Corby.
Uma jovem ingênua de 19 anos, condenada como cúmplice num assalto, é enviada à prisão, onde se afundará no crime. Indicado a 4 Oscar e Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Veneza, este filme noir de prisão não perdeu a força.

AO CAIR DA NOITE (Moonrise, 1947, 90 min.)
De Frank Borzage. Com Dane Clark, Gail Russell, Ethel Barrymore.
Atormentado desde a infância pelo passado criminoso do pai, o jovem Danny acidalmente acaba matando outro rapaz por causa de uma garota. Fascinante noir psicológico do mestre Frank Borzage (“Adeus às Armas”).

 

Disco 3

REBELIÃO NO PRESÍDIO (Riot in Cell Block 11, 1954, 80 min.)
De Don Siegel. Com Neville Brand, Emile Meyer, Frank Faylen.
Cansados com o tratamento desumano e com as péssimas condições do presídio, presos começam uma rebelião geral. Pungente filme noir de prisão magistralmente dirigido por Siegel (“O Estranho que Nós Amamos”).

IMPÉRIO DO TERROR (Armored Car Robbery, 1949, 67 min.)
De Richard Fleischer. Com Charles McGraw, Adele Jergens, William Tallman.
Um assalto muito bem planejado dá errado e um tira durão sai no encalço dos bandidos. Assim como “Rumo ao Inferno”, este é mais um eletrizante filme noir B do grande Richard Fleischer (“Os Novos Centuriões”).

EXTRAS: “Os Salteadores de Estradas” (Plunder Road, 1957), de Hubert Cornfield (72 min.), Especiais sobre os filmes e trailers (73 min.).

 

A Versátil apresenta “Cinema Faroeste Vol. 7”, digistack com 3 DVDs que reúne seis clássicos do gênero dirigidos por mestres omo Nicholas Ray, Raoul Walsh, Joseph L. Mankiewicz e Richard Fleischer, incluindo a inédita versão recentemente restaurada de “Johnny Guitar”, acompanhado aqui por quase uma hora de extras sobre esse faroeste feminista. Edição Limitada com 6 cards..

 

Disco 1

JOHNNY GUITAR (Idem, 1954, 110 min.)
De Nicholas Ray. Com Joan Crawford, Sterling Hayden, Mercedes McCambridge.
Dona de um bar do Arizona conta com a ajuda de um velho amor, o violeiro Johnny Guitar, para enfrentar o xerife local e os capangas de sua arquirrival. Um dos maiores faroestes de todos os tempos.

ELES PASSARAM POR AQUI (Four Faces West,1948, 90 min.)
De Alfred E. Green. Com Joel McCrea, Frances Dee, Charles Bickford.
Um homem honesto acaba se tornando um fora-da-lei e precisa fugir para viver. E sua história está ligada a outros três personagens: um xerife, um jogador e uma mulher. Pérola do faroeste protagonizada pelo astro Joel McCrea.

 

DISCO 2

COVIL DO DIABO (Cheyenne, 1947, 99 min.)
De Raoul Walsh. Com Dennis Morgan, Jane Wyman, Janis Paige.
Jogador se vê obrigado a capturar “O Poeta”, um perigoso assaltante de diligências, mas é atrapalhado pela esposa do bandido. Empolgante faroeste em mais uma aula de direção de cenas de ação pelo grande Raoul Walsh.

FAMA A QUALQUER PREÇO (These Thousand Hills, 1959, 96 min.)
De Richard Fleischer. Com Don Murray, Richard Egan, Lee Remick.
Um caubói ambicioso não medirá esforços para conseguir o que deseja. Fleischer dirige com o talento de sempre essa ótima adaptação de uma obra de A.B. Guthrie Jr., mesmo escritor de “Os Brutos Também Amam”.

 

DISCO 3

NINHO DE COBRAS (There Was a Crooked Man…, 1970, 123 min.)
De Joseph L. Mankiewicz. Com Kirk Douglas, Henry Fonda, Hume Cronyn.
Um sedutor, mas implacável bandido é enviado para uma prisão no Arizona, de onde tentará fugir com a ajuda dos outros prisioneiros. Penúltimo filme de Mankiewicz (“A Malvada”), este é um excelente faroeste com toques cômicos.

O MORRO DOS MAUS ESPÍRITOS (The Shepherd of the Hills, 1941, 98 min.)
De Henry Hathaway. Com John Wayne, Betty Field, Harry Carey.
Um misterioso forasteiro chega às montanhas do Missouri e faz amizade com uma garota local, despertendo o ciúme do noivo da moça. Mistura de faroeste e drama rural com uma atuação marcante do lendário John Wayne, em início de carreira.

 

 

A Versátil apresenta, em exclusividade com a Livraria Cultura e a FNAC, FILME NOIR FRANCÊS, digistack com 3 DVDs que reúne inéditas versões restauradas de 6 clássicos do polar¸ o filme policial francês, com direção de mestres como Jean-Pierre Melville, Jacques Becker, Claude Sautet e estrelados pelos grandes astros do gênero: Jean Gabin, Alain Delon, Jean-Paul Belmondo e Lino Ventura. Mais de uma hora de extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

DISCO 1

EXPRESSO PARA BORDEAUX (Un Flic, 1972, 95 min.)
De Jean-Pierre Melville. Com Alain Delon, Catherine Deneuve, Richard Crenna.
O ladrão Simon planeja um arriscado roubo a um trem pagador, o que o colocará em rota de colisão com o amigo detetive Coleman. E ambos estão apaixonados pela mesma mulher. Último filme do genial Melville, o mestre supremo do polar.

GRISBI, OURO MALDITO (Touchez pas au Grisbi, 1954, 96 min.)
De Jacques Becker. Com Jean Gabin, Lino Ventura, Jeanne Moreau.
Um velho gângster planeja um último golpe antes de se aposentar, mas o mundo do crime não é mais o mesmo. Obra-prima do mestre Jacques Becker (“Amores de Apache”). Prêmio de Melhor Ator no Festival de Veneza para Jean Gabin.

 

DISCO 2

VÍCIO MALDITO (La Désordre et la Nuit, 1958, 93 min.)
De Gilles Grangier. Com Jean Gabin, Danielle Darrieux, Nadja Tiller.
Ao investigar a morte do dono de um clube noturno, um detetive da polícia parisiense se interessa por uma fascinante mulher viciada em drogas. Com diálogos do especialista Michel Audiard, esta é pérola do filme noir francês dos anos 50.

COMO FERA ENCURRALADA (Classe Tous Risques, 1960, 108 min.)
De Claude Sautet. Com Lino Ventura, Jean-Paul Belmondo, Sandra Milo.
Um criminoso tenta voltar clandestinamente para França, fugindo da polícia. Ao chegar, percebe que enfrentará problemas. Assim como “Ascensor para Cadafalso”, esse excelente polar do início da Nouvelle Vague homenageia o filme noir hollywoodiano.

 

DISCO 3

A MORTE DE UM CORRUPTO (Mort d’un Pourri, 1977, 123 min.)
De Georges Lautner. Com Alain Delon, Ornella Muti, Klaus Kinski.
Executivo tenta ajudar amigo parlamentar, que acabou de matar um chantagista que dizia ter documentos que comprovariam um escândalo de corrupção envolvendo autoridades. Surpreendente polar político com elenco internacional.

SÉRIE NEGRA (Série Noire, 1979, 115 min.)
De Alain Corneau. Com Patrick Dewaere, Marie Trintignant.
Frank é um vendedor que atua na periferia de Paris. Ao conhecer uma adolescente obrigada a se prostituir, ele decide matar para ajudar a moça. Baseado em obra de Jim Thompson (“O Grande Golpe”), esta obra-prima do cinema noir tem direção do talentoso Corneau (“Todas as Manhãs do Mundo”).

 

Versátil – Lançamentos-Jul/18

5 de julho de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site)

www.versatilhv.com.br (Loja)

A Versátil apresenta “A Arte de Takeshi Kitano”, digistack com 2 DVDs que reúne 4 filmes inéditos em versões restauradas do ator, diretor e comediante Takeshi Kitano (“Hana-Bi: Fogos de Artifício”), também conhecido como Beat Takeshi, um dos mais celebrados e premiados mestres do cinema japonês contemporâneo. Quase uma hora de vídeos extras. Edição Limitada com 4 cards.

 

DISCO 1

BOILING POINT (3-4 x jugatsu, 1990, 97 min.)
Com Takeshi Kitano, Yurei Yanagi, Yuriko Ishida.
Após a Yakuza ferir um treinador de beisebol, dois de seus jovens alunos saem em busca de vingança. Assim como em Policial Violento e Sonatine, Kitano descontrói brilhantemente as convenções do filme de yakuza.

 

O MAR MAIS SILENCIOSO DAQUELE VERÃO (Ano natsu, ichiban shizukana umi, 1991, 100 min.)
Com Claude Maki, Hiroko Oshima, Sabu Kawahara.
Jovem portador de deficiência auditiva encontra uma prancha de surf no lixo, conserta-a e começa a praticar o esporte, uma atitude que mudará a sua vida. Poético e delicado, esse é um dos mais belos filmes de Kitano.

 

DISCO 2

KIDS RETURN – DE VOLTA ÀS AULAS (Kizzu ritan, 1996, 108 min.)
Com Ken Kaneko, Masanobu Ando, Leo Morimoto.
Ao saírem do Ensino Médio, dois jovens amigos tomam caminhos distintos na vida: um se torna boxeador enquanto o outro entra para a Yakuza. Comovente filme humanista dirigido com extrema sensibilidade por Kitano.

 

VERÃO FELIZ (Kikujiro, 1999, 121 min.)
Com Takeshi Kitano, Yusuke Sekiguchi, Kayoko Kishimoto.
É verão e o pequeno Masao não tem com quem brincar. O cinquentão Kikujiro jamais seria a companhia ideal para um garoto de 9 anos, mas os dois saem em busca da mãe de Masao. Com trilha de Joe Hisaishi, este é um drama singelo e engraçado.

 

A Versátil apresenta “Cinema Yakuza 3”, digistack com 3 DVDs que reúne 6 clássicos filmes sobre a máfia japonesa dirigidos por mestres, como Takeshi Kitano, Kinji Fukasaku, Seijun Suzuki, Hideo Gosha, e estrelados por astros do gênero como Joe Shishido, Tatsuya Nakadai, Junko Fuji, Koji Tsuruta e Bunta Sugawara. Mais de uma hora de extras. Edição Limitada com 6 cards.

 

DISCO 1

POLICIAL VIOLENTO (Sono otoko, kyobo ni tsuki, 1989, 103 min.)
De Takeshi Kitano. Com Takeshi Kitano, Maiko Kawakami, Makoto Ashikawa.
Ao investigar homicídios ligados à Yakuza, policial truculento descobre que seu amigo e colega de trabalho está envolvido com a máfia. Cruel e surpreendente, esse excelente filme marcou a estreia de Beat Takeshi na direção.

 

POLICIAIS vs. BANDIDOS (Kenkei tai soshiki boryoku, 1975, 100 min.)
De Kinji Fukasaku. Com Bunta Sugawara, Tatsuo Umemiya, Hiroki Matsukata.
Chefe Yakuza usa sua amizade com um policial corrupto para se apropriar de um terreno cobiçado pelo grupo mafioso rival. Um dos grandes filmes de Kinji Fukasaku (“Guerra de Gangues em Okinawa”), o mestre supremo do jitsuroku-eiga (filme de yakuza realista/moderno).

 

DISCO 2

A JUVENTUDE DA BESTA (Yaju no seishun, 1963, 92 min.)
De Seijun Suzuki. Com Joe Shishido, Misako Watanabe, Tamio Kawaji.
Um bandido violento joga clãs da Yakuza uns contra os outros. Primeiro dos geniais filmes de Yakuza do mestre Suzuki (“A Marca do Assassino”, “Tóquio Violenta”), no qual seu cinema de pura invenção visual já aparece em sua plenitude.

 

ONIMASA (Kiryuin Hanako no shogai, 1982, 146 min.)
De Hideo Gosha. Com Tatsuya Nakadai, Masako Natsume, Akiko Nakamura.
Soberbo melodrama do mestre Hideo Gosha (“Tirania”, “Os Lobos”) que acompanha várias décadas da história de uma família Yakuza no início do século XX: seu chefe Onimasa, sua filha adotiva Matsue e sua filha biológica Hanako.

 

DISCO 3

UM COLT É O MEU PASSAPORTE (Koruto wa ore no pasupooto, 1967, 84 min.)
De Takashi Nomura. Com Joe Shishido, Jerry Fujio, Chitose Kobayashi.
Um assassino é contratado para matar um mafioso. Após cumprir sua missão, ele e seu motorista passam a ser caçados. Com toques de filme noir e faroeste spaghetti, esse yakuza-eiga tem um dos tiroteios mais espetaculares do cinema.

 

SANGUE DE VINGANÇA (Meiji kyokyakuden – sandaime shumei, 1965, 90 min.)
De Tai Kato Com Koji Tsuruta, Junko Fuji, Tetsuro Tanba, Toru Abe.
Osaka, 1907. O clã Kiyatatsu está tentando reconstruir seu nome com uma empresa de construção, mas um clã renegado não mede esforços para sabotá-lo. Sangrenta obra-prima de Tai Kato, o mestre maior do ninkyo-eiga (filme de yakuza honrada/tradicional).

 

No centenário de nascimento de Ingmar Bergman (1918-2018), a Versátil apresenta, pela primeira vez no Brasil, o raro “A Hora do Amor” (1971) em sua versão integral restaurada com áudio original em inglês com trechos em sueco, além de mais de uma hora de extras, incluindo o excelente making of da produção. Edição Limitada em luva especial com 2 cards exclusivos.

David (Elliott Gould, de “O Perigoso Adeus”), um arqueólogo norte-americano de passagem pela Suécia, se apaixona por Karin (Bibi Andersson, de “Persona”), esposa do médico local (Max von Sydow, de “O Sétimo Selo”), e os dois passam a ter um turbulento caso de amor.

Com fotografia de Sven Nykvist (“Gritos e Sussurros”), A Hora do Amor é um pungente drama bergmaniano que merece ser redescoberto pelos cinéfilos.

 

A Versátil apresenta “Nouvelle Vague 2”, digistack com 3 DVDs que reúne 5 obras-primas em inéditas versões restauradas do lendário movimento do cinema francês com direção de mestres como Jean-Luc Godard, Louis Malle, Jean-Pierre Melville e Jacques Rivette. Mais de duas horas de extras, incluindo excelentes documentários. Edição Limitada com 6 cards.

 

DISCO 1

UMA MULHER CASADA (Une Femme Mariée, 1964, 95 min.)
De Jean-Luc Godard. Com Bernard Noël, Macha Méril, Philippe Leroy.
Casada com Pierre, piloto, Charlotte encontra seu amante – Pierre, um ator teatral – durante as frequentes ausências do marido, mas não sabe qual dos dois escolher. As coisas se complicam quando ela se descobre grávida, mas não sabe quem é o pai.

 

EDUCAÇÃO SENTIMENTAL (Éducation Sentimentale, 1962, 92 min.)
De Alexandre Astruc. Com Jean-Claude Brialy, Marie-José Nat, Dawn Addams.
Homem tímido do interior, mais dedicado aos estudos do que aos amores, apaixona-se por uma burguesa casada. Um dos teóricos da Nouvelle Vague, Alexandre Astruc atualiza a obra de Gustave Flaubert nesse belo filme.

 

DISCO 2

ASCENSOR PARA O CADAFALSO (Ascenseur pour l’échafaud, 1958, 91 min.)
De Louis Malle. Com Jeanne Moreau, Maurice Ronet, Georges Poujouly.
Florence e seu amante Julien armam um plano para matar o marido dela. Julien assassina o homem, mas fica preso no elevador ao deixar a cena do crime. Com sensacional trilha de Miles Davis, Malle relê o filme noir americano.

 

O SILÊNCIO DO MAR (Le Silence de la Mer, 1949, 87 min.)
De Jean-Pierre Melville. Com Howard Vernon, Nicole Stéphanie, Jean-Marie Robain.
Durante a ocupação da França por tropas nazistas, um tenente alemão é alojado num pequeno vilarejo, na casa de um senhor francês que vive com sua sobrinha. Filme precursor da Nouvelle Vague que marca a estreia de Melville na direção.

 

DISCO 3

CÉLINE E JULIE VÃO DE BARCO (Céline et Julie Vont en Bateau, 1974, 194 min.)
De Jacques Rivette. Com Juliet Berto, Dominique Labourier, Bulle Ogier.
A mágica Céline e a bibliotecária Julie se conhecem por acaso no Montmartre e tornam-se amigas inseparáveis, dividindo cama, noivo, roupas e imaginação. O mestre Jacques Rivette (“Paris nos Pertence”), um dos “jovens turcos” da “Cahiers du Cinéma”, dá uma aula de mise-en-scène nessa inesquecível obra-prima tardia da Nouvelle Vague, apresentada aqui em inédita versão recentemente restaurada.

 

Versátil – Em Breve-Jun/18

1 de junho de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site) | www.versatilhv.com.br (Loja)

Versátil – Lançamentos-Jun/18

1 de junho de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site) | www.versatilhv.com.br (Loja)

Versátil – Em Breve-Mai/18

4 de maio de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site) | www.versatilhv.com.br (Loja)

Versátil – Lançamentos-Mai/18

4 de maio de 2018

www.dvdversatil.com.br (Site) | www.versatilhv.com.br (Loja)